Geral

Ex-marido “revoltado e vingativo” havia saído da prisão há um ano

Giovani Willian da Silva, de 28 anos, que está foragido pela tentativa de homicídio contra um homem, identificado como G.P.S, de 26 anos, havia saído da prisão em 30 de abril do ano passado. A vítima estaria se envolvendo com a sua ex-esposa, que também estava sendo ameaçada de morte, por não querer voltar com […]

Arquivo Publicado em 25/06/2014, às 11h21

None

Giovani Willian da Silva, de 28 anos, que está foragido pela tentativa de homicídio contra um homem, identificado como G.P.S, de 26 anos, havia saído da prisão em 30 de abril do ano passado. A vítima estaria se envolvendo com a sua ex-esposa, que também estava sendo ameaçada de morte, por não querer voltar com ele.


O foragido, que trabalhava como mecânico, cumpriu pena por tentativa de lesão de corporal. Além disso, contra si há diversas denúncias de ameaças feitas pelo casal, por conta de perseguições que vinha sofrendo por Giovani, que não aceita o fim de seu relacionamento.


Durante a investigação, a polícia apreendeu o veículo e a capacete do suspeito na casa do pai dele. Giovani é considerado foragido pelo crime.


CRIME


Na noite desta terça-feira (23), por volta das 21h30, a vítima foi atingida por três tiros enquanto transitava na Avenida Júlio de Castilho, na Vila Sílvia Regina, região oeste de Campo Grande.


De acordo com o boletim de ocorrência registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da região central de Campo Grande, Giovani estava em uma motocicleta Honda C100 Biz, de cor vermelha, placa HSK-3026, de Campo Grande (MS), e passou disparando tiros de arma de fogo, atingindo o homem. Policiais militares faziam rondas pelo local quando foram chamados por populares que informaram sobre a vítima. Uma mulher, de 20 anos, declarou aos policiais que o autor dos disparos é seu ex-marido e que ele tentou atingi-la, mas acabou ferindo o homem com quem ela estava conversando na hora, com cinco tiros, que feriu as costas, abdômen e braços.

Jornal Midiamax