Geral

Estudo mostra que intenção de consumo das famílias campo-grandenses cresceu

A intenção de consumo das famílias campo-grandenses tem sido crescente nos últimos três meses. Estudo mensal elaborado pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), indica que em setembro o índice foi de 121,9 pontos, enquanto agosto registrou 120,6 e 117,4 no mês de julho. O presidente da Fecomércio (Federação do Comércio […]

Arquivo Publicado em 19/09/2014, às 21h45

None

A intenção de consumo das famílias campo-grandenses tem sido crescente nos últimos três meses. Estudo mensal elaborado pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), indica que em setembro o índice foi de 121,9 pontos, enquanto agosto registrou 120,6 e 117,4 no mês de julho.

O presidente da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul), Edilson Araújo, observa que, apesar dos indicativos terem sido maiores no mesmo período de 2013, percebe-se que aos poucos os consumidores mostram que estão mais dispostos a gastar.

“Esse crescimento dá mostras de que o consumidor, gradualmente, vem retomando as compras”, disse.  O estudo revela ainda que as famílias estão mais otimistas quanto a empregos e perspectivas profissionais. A percepção de renda atual também teve melhora. Para 60,9% dos entrevistados a renda é melhor que o mesmo período do ano passado.

38,2% dos entrevistados dizem que o atual nível de compras está maior que o de 2013. Já 42,% afirmam que foi reduzido. Quando o assunto é perspectiva de consumo, 59,7% sinalizaram que é maior que no 2º semestre do ano passado, indicativo considerado importante para as vendas natalinas.



Jornal Midiamax