“Estou me sentindo um criminoso, serial killer”, diz corintiano punido por agredir juiz

Após ser punido pelo STJD com 180 dias de gancho, Petros desabafou. Ainda na sede do órgão, onde acompanhou seu julgamento, o volante do Corinthians não escondeu a raiva por ficar tanto tempo longe dos gramados – clube vai recorrer da pena. “Estou me sentindo um criminoso, um assassino, um serial killer. Me sinto muito […]
| 19/08/2014
- 04:45
“Estou me sentindo um criminoso, serial killer”, diz corintiano punido por agredir juiz

Após ser punido pelo STJD com 180 dias de gancho, Petros desabafou. Ainda na sede do órgão, onde acompanhou seu julgamento, o volante do Corinthians não escondeu a raiva por ficar tanto tempo longe dos gramados – clube vai recorrer da pena.

“Estou me sentindo um criminoso, um assassino, um serial killer. Me sinto muito mal. Eu jamais faria isso. E sou destro, se tivesse que fazer, não seria com a mão esquerda. Não sou bandido, não sou maluco. E fico triste de ser julgado dessa maneira por essas pessoas”, afirmou.

A defesa do Corinthians, representada pelo João Zanforlin, apresentou vídeos, inclusive do comentarista da Rede Globo, Arnaldo Cézar Coelho, que defendeu Petros. O Corinthians ainda pode reduzir essa pena ou até absolver Petros no Pleno do STJD.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias