Geral

Estádio da estreia do Flamengo na Libertadores tem apelido inusitado

Se engana quem pensa que, pelo apelido, o Flamengo vai estrear amanhã na Copa Libertadores num estádio semelhante à famosa casa do poderoso Barcelona (ESP). Conhecido popularmente como Nou Camp, o Estádio León ganhou tal alcunha, segundo especialistas locais, após um descuido de interpretação de um jornalista, que confundiu os idiomas espanhol e catalão, colocando […]

Arquivo Publicado em 11/02/2014, às 14h57

None

Se engana quem pensa que, pelo apelido, o Flamengo vai estrear amanhã na Copa Libertadores num estádio semelhante à famosa casa do poderoso Barcelona (ESP). Conhecido popularmente como Nou Camp, o Estádio León ganhou tal alcunha, segundo especialistas locais, após um descuido de interpretação de um jornalista, que confundiu os idiomas espanhol e catalão, colocando por terra qualquer comparação ou inspiração na sede do clube de Messi, chamado de Camp Nou.

A começar pela capacidade, percebe-se que há grandes diferenças entre os dois estádios. Enquanto o espanhol pode receber até 99 mil pessoas, o mexicano abriga cerca de 33 mil, após as reformas que colocaram assentos em toda a arquibancada.

Em termos de estrutura e conforto, porém, o “genérico” não deixa a desejar. O local possui um estacionamento com três mil vagas e aparenta boa conservação, com cadeiras e banheiros limpos, além de possuir uma chamativa pintura em suas dependências, que valoriza escudos e símbolos do clube, dando um visual interessante para quem o conhece pela primeira vez.

A proximidade com o gramado também é um destaque, o que pode gerar uma grande pressão ao Flamengo no jogo de amanhã, ainda mais pelo fato de a torcida do León ser conhecida por ser presente.

Histórico, o estádio já recebeu uma Olimpíada (1968) e duas Copas do Mundo (1970 e 1986). Ele foi inaugurado em 1 de março de 1967, numa partida entre o famoso Santos de Pelé e o River Plate (ARG), com vitória por 2 a 1 dos brasileiros.

Os ingressos para a partida entre León e Flamengo começaram a ser vendidos ontem e os preços variam entre R$ 35 e R$ 70.

Jornal Midiamax