Geral

Envolvidos em troca de tiros com a PM no Montevidéu abasteciam boca de fumo

Os ocupantes do Celta vermelho placas HTG-7680, de Campo Grande (MS), que trocaram tiros com a equipe do Pelotão Margarida do 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar) no Montevidéu, região nordeste de Campo Grande, conseguiram fugir após uma perseguição ocorrida por volta das 12h40 de domingo (8). Os policiais verificaram que o veículo era usado para abastecer bocas de fumo […]

Arquivo Publicado em 09/06/2014, às 11h52

None
1923306685.jpg

Os ocupantes do Celta vermelho placas HTG-7680, de Campo Grande (MS), que trocaram tiros com a equipe do Pelotão Margarida do 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar) no Montevidéu, região nordeste de Campo Grande, conseguiram fugir após uma perseguição ocorrida por volta das 12h40 de domingo (8). Os policiais verificaram que o veículo era usado para abastecer bocas de fumo nos bairros Taquaral Bosque e Jardim Noroeste.


Após investigações das equipes do serviço reservado do 9º BPM, policiais descobriram que os ocupantes faziam este trabalho durante o dia. Os PMs avistaram o veículo parado no cruzamento das ruas Panônia e Aquidaban, no Montevidéu, e notaram que ele ficou um tempo por ali.


Em seguida, os policiais perceberam duas pessoas indo na direção do automóvel. A PM tentou abordar a dupla, que reagiu, e começou um tiroteio.

O Celta chegou a colidir com o para-choque de uma das viaturas, no momento em que os dois suspeitos fugiram do cerco em alta velocidade. Eles seguiram para o macroanel rodoviário, próximo do antigo Clube Formoso, onde o automóvel dos suspeitos rodou na pista e parou no mato. A dupla continuou a fuga a pé. 


Foi feita uma revista pela região, mas os suspeitos não foram localizados. No veículo, os militares encontraram dois papelotes de maconha e vários petrechos usados no preparo da droga, como balança de precisão, papel alumínio e bexiga emborrachada, usados para embalar entorpecente. Também foram achados dois cartuchos intactos de munição calibre 9 milímetros e vários outros objetos.


Os policiais já têm a identificação dos ocupantes, mas os nomes não foram divulgados para não atrapalhar as investigações. Além disso, foi apurado que os dois também usavam uma motocicleta emprestada para fazer as entregas de drogas. O caso foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro de Campo Grande.


WHATSAPP


A imagem foi concedida por um leitor que preferiu não se identificar. Ela foi enviada via WhatsApp para o jornal Midiamax, que disponibiliza o (67) 9207-4330 para falar com os leitores. As imagens podem ser creditadas ou não, como o colaborador preferir.

Jornal Midiamax