Geral

Entidades religiosas se manifestam contra o tráfico de pessoas

Entidades religiosas fizeram hoje (11), na Esplanada dos Ministérios, uma caminhada em memória das vítimas do tráfico humano e da escravidão moderna. O movimento, chamado Jogue a Favor da Vida – Denuncie o Tráfico de Pessoas, pretende estimular a população a denunciar crimes desse tipo por meio do Disque 100, de direitos humanos, e do […]

Arquivo Publicado em 12/06/2014, às 00h08

None

Entidades religiosas fizeram hoje (11), na Esplanada dos Ministérios, uma caminhada em memória das vítimas do tráfico humano e da escravidão moderna. O movimento, chamado Jogue a Favor da Vida – Denuncie o Tráfico de Pessoas, pretende estimular a população a denunciar crimes desse tipo por meio do Disque 100, de direitos humanos, e do Disque 180, da Central de Atendimento à Mulher.

Cerca de 100 pessoas saíram do Museu Nacional em direção ao Senado Federal. “Nesta caminhada queremos sensibilizar a sociedade para que esteja atenta aos milhares de jovens, adolescentes e crianças que correm risco por causa do tráfico de pessoas”, explicou o presidente da regionalde Brasília da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), Vagner da Cruz.

A organização marcou o protesto para a véspera da Copa do Mundo, porque, segundo Cruz, um megaevento como o Mundial também atrai turistas com más intenções.

A caminhada foi organizada pela CRB com o apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Segundo as entidades, em todo o mundo, 4,5 milhões de pessoas são vítimas de tráfico para a exploração sexual todos os anos e R$ 32 bilhões são movimentados pelo tráfico de pessoas.

Jornal Midiamax