Encontro Nacional de Estudantes Indígenas reúne centenas de acadêmicos e profissionais em Campo Grande

No início de agosto, Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, vai receber centenas de estudantes indígenas de diferentes regiões do Brasil e diversas etnias. O II Encontro Nacional de Estudantes Indígenas (ENEI) acontece entre os dias 04 e 07 de agosto na Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e no Ginásio Dom Bosco com […]
| 02/08/2014
- 02:07
Encontro Nacional de Estudantes Indígenas reúne centenas de acadêmicos e profissionais em Campo Grande

No início de agosto, Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, vai receber centenas de estudantes indígenas de diferentes regiões do Brasil e diversas etnias. O II Encontro Nacional de Estudantes Indígenas (ENEI) acontece entre os dias 04 e 07 de agosto na Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e no Ginásio Dom Bosco com a presença de aproximadamente 600 estudantes, profissionais e professores indígenas e não índios. O evento prenuncia uma grande reunião multicultural rica em diversidade.

Ainda que a língua oficial das palestras seja o português, será possível escutar nos corredores alguns dos outros 180 idiomas falados no Brasil, como o guarani, o terena e o xavante.

O tema do encontro é “Políticas Públicas para os acadêmicos e egressos indígenas: avanços e desafios”. O objetivo é proporcionar aos acadêmicos, pesquisadores e lideranças indígenas de diferentes regiões uma troca de experiências e fomentar discussões sobre o acesso e a permanência de estudantes indígenas nas universidades.

Os diálogos buscarão detectar dificuldades, avanços e retrocessos nas políticas públicas voltadas para a educação dos povos indígenas em todos os níveis de ensino.

Já confirmaram presença, entre outros palestrantes convidados, Macaé Evaristo da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad/MEC), Fabiana Costa (SESU).

O II ENEI busca dar continuidade às discussões e reflexões desenvolvidas no primeiro encontro, que aconteceu em setembro do ano anterior (2013) na Universidade Federal de São Carlos – UFSCar. O evento reuniu mais de 300 estudantes de 45 etnias brasileiras, bem como estudantes não indígenas interessados.Na ocasião, Mato Grosso do Sul (MS) foi o estado escolhido para sediar a próxima edição do evento. MS tem a segunda maior população indígena do Brasil (cerca de 73 mil indígenas de sete diferentes) e o maior número de indígenas no Ensino Superior (aproximadamente 800indígenas matriculados em cursos regulares ou licenciaturas interculturais).

O evento está sendo organizado pelos próprios acadêmicos e egressos indígenas sul-mato-grossenses da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Estas quatro universidades são parceiras em um projeto que apoia a permanência de indígenas no Ensino Superior em Mato Grosso do Sul: o projeto Rede de Saberes, financiado pela fundação Ford.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas pela internet até 18 de julho no endereço: http://www.ucdb.br/eventos/eventos3.php?menu=form_novo&cod=3548.

Submissão de trabalhos

Pesquisadores interessados em apresentar trabalhos durante o evento podem inscrever textos, banners ou vídeos que dialoguem com o tema do encontro e estejam inseridos em um dos seguintes Grupos Temáticos:

– Ciências da terra, sustentabilidade e meio ambiente;

– Direito indígena, território e movimento indígena;

– Educação indígena, escola e práticas interculturais;

– Educação superior indígena e profissionalização;

– Formação acadêmica e ciências da saúde e medicina tradicional;

– Tecnologias da informação, comunicação e a demanda indígena

Mais informações no blog do evento: http://enei2014.com, pelo e-mail

comissã[email protected] e pelo telefone: (67) 9861-4782.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias