Geral

Empresário ligou para pai antes de morrer no São Jorge da Lagoa

No sábado pela manhã, a família do empresário de Erlon Peterson Pereira Bernal, de 32 anos, esteve na Defurv (Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos) acompanhando as investigações, quando foi descoberta uma ligação feita do celular da vítima para o número do pai. A informação surgiu após a quebra de sigilo telefônico […]

Arquivo Publicado em 07/04/2014, às 12h31

None

No sábado pela manhã, a família do empresário de Erlon Peterson Pereira Bernal, de 32 anos, esteve na Defurv (Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos) acompanhando as investigações, quando foi descoberta uma ligação feita do celular da vítima para o número do pai. A informação surgiu após a quebra de sigilo telefônico do aparelho de Erlon. 

A delegada Maria de Lourdes Souza Cano diz acreditar que o filho tentou alertar a família sobre o roubo, mas o pai não percebeu a chamada. “Acreditamos que Erlon tenha conseguido ligar para o pai de dentro da casa da adolescente, onde morreu. O empresário tem o número gravado em uma agenda de discagem direta, onde basta aperta apenas um botão e a ligação já feita”, explica. 
Com a apuração, foi descoberto que o pai não viu a ligação e ela foi parar na caixa de mensagem de voz. “Dá pra ouvir as vozes dos envolvidos conversando, isso já no bairro São Jorge da Lagoa, momentos antes do assassinato”, afirma.
A família do empresário está abalada com a notícia, pois até o fim de semana, o pai de Erlon não havia percebido que o filho tinha emitido um alerta a ele.
Jornal Midiamax