Geral

Embaixada envia a governo italiano pedido de extradição de Pizzolato

A embaixada do Brasil em Roma entregou nesta segunda-feira o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para extradição de Henrique Pizzolato, condenado no processo do mensalão. Ele fugiu para a Itália, onde tem cidadania, para escapar do cumprimento da pena de 12 anos e 7 meses de prisão em regime fechado por corrupção passiva, peculato […]

Arquivo Publicado em 04/03/2014, às 00h08

None

A embaixada do Brasil em Roma entregou nesta segunda-feira o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para extradição de Henrique Pizzolato, condenado no processo do mensalão. Ele fugiu para a Itália, onde tem cidadania, para escapar do cumprimento da pena de 12 anos e 7 meses de prisão em regime fechado por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o processo seguirá agora os trâmites da legislação italiana. Caberá ao Itamaraty apenas acompanhar os prazos e regras estabelecidas.

Pizzolato está preso em Modena acusado de falso testemunho, substituição de pessoa e falsidade ideológica, após ser detido pela polícia italiana na cidade de Maranello utilizando um passaporte falso em nome do irmão morto há 36 anos.

O ex-diretor de marketing do Banco do Brasil foi preso na Itália no dia 5 de fevereiro, após ter sido considerado foragido e procurado pela Interpol em novembro do ano passado. Como tem dupla cidadania, ele não poderia ser extraditado de imediato para o Brasil.

Jornal Midiamax