Geral

Em novo teste, Arena Corinthians funciona de forma mais adequada

A organização no entorno e dentro da Arena Corinthians (Itaquerão) , na zona leste da capital paulista, funcionou de forma mais adequada no segundo jogo de teste, neste domingo (1º), do que no primeiro evento esportivo do estádio, embora ainda haja algumas falhas. A disputa entre os donos da casa e o Botafogo (RJ), válido […]

Arquivo Publicado em 01/06/2014, às 20h55

None
2057249470.jpg

A organização no entorno e dentro da Arena Corinthians (Itaquerão) , na zona leste da capital paulista, funcionou de forma mais adequada no segundo jogo de teste, neste domingo (1º), do que no primeiro evento esportivo do estádio, embora ainda haja algumas falhas. A disputa entre os donos da casa e o Botafogo (RJ), válido pelo Campeonato Brasileiro, terminou em 1 a 1.


A chegada ao estádio, por meio de metrô, funcionou de forma adequada e durou em torno de 35 minutos, da Estação Sé até a Estação Itaquera. Também não houve falhas no trem expresso, chamado de Expresso Copa, maneira mais rápida de se chegar ao Itaquerão, saindo da Estação da Luz, no centro da capital: em torno de 20 minutos.


A principal diferença constatada pela reportagem em relação ao primeiro jogo de teste, no dia 18 de maio, foi o fato de que ninguém passou pela área de bloqueio sem que estivesse portando ingresso, o que gerou algumas reclamações de torcedores. No entanto, esta é a forma como vai funcionar nos jogos da Copa do Mundo: apenas torcedores com ingressos ou credenciados vão poder adentrar a área de bloqueio definida para cada um dos estádios do Mundial.


Além disso, os torcedores tiveram hoje que passar por um detector de metal antes de entrar no estádio. Outra coisa observada pela reportagem no local foi a presença de maior número de voluntários dando orientações aos torcedores e de maior rigor na circulação dentro do estádio: a imprensa, que ocupa uma área especial dentro do Itaquerão, não conseguiu acessar as áreas destinadas aos torcedores. Segundo os organizadores, tudo isso obedece a critérios que serão exigidos ou cumpridos nos estádios durante os jogos da Copa.


A reportagem também observou que ainda havia hoje a presença de ambulantes não cadastrados na área de exclusão comercial que será exigida pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) como forma de proteger seus patrocinadores da Copa. Nos dias de jogos do evento, a Fifa só vai permitir a presença de vendedores ambulantes cadastrados dentro da área de bloqueio.


Outro ponto positivo foi que o sinal wi-fi dentro da área de imprensa funcionou de forma mais rápida do que no primeiro jogo de teste, quando o sinal de internet ficava oscilando no local.


Na partida de hoje, parte da arquibancada provisória do setor sul foi utilizada, sendo ocupada por cerca de 5 mil torcedores, o que não havia ocorrido no jogo anterior.


O segundo jogo de teste foi uma exigência da Fifa para testar mais uma vez o estádio que vai receber a partida de abertura da Copa do Mundo, no dia 12 de junho. Na primeira avaliação, a Fifa não considerou as condições suficientemente adequadas. A entidade ainda não se pronunciou sobre as condições que foram apresentadas na partida de hoje.


Neste domingo começou a funcionar um esquema especial de bloqueio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) em que as pessoas só poderão acessar a área interditada caso portem ingresso ou sejam moradoras do local. A área de bloqueio teve início às 9h e permanecerá até duas horas após o jogo. Para ter acesso ao Itaquerão nos dias de jogos da Copa, o torcedor deverá utilizar trem ou metrô e descer nas estações Arthur Alvim ou Itaquera. O acesso de carros não será permitido.

Jornal Midiamax