Geral

Em audiência sobre maus tratos, protetores e entidades sugerem reestruturação do CCZ

Integrantes de entidades e grupos de proteção animal se reuniram com vereadores da Câmara Municipal, em uma audiência pública, nesta sexta-feira (19). Proposta pela Comissão Permanente de Meio Ambiente da Casa de Leis, o encontro teve o objetivo de discutir maus tratos sofridos por animais domésticos e criação de uma UPA Vet (Unidade de Pronto […]

Arquivo Publicado em 19/09/2014, às 15h51

None

Integrantes de entidades e grupos de proteção animal se reuniram com vereadores da Câmara Municipal, em uma audiência pública, nesta sexta-feira (19).

Proposta pela Comissão Permanente de Meio Ambiente da Casa de Leis, o encontro teve o objetivo de discutir maus tratos sofridos por animais domésticos e criação de uma UPA Vet (Unidade de Pronto Atendimento Veterinário), na Capital.

Entre as principais reclamações apresentadas durante a audiência, pelos protetores, é a atuação do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), que, na maioria dos casos, dizem, não trata do animal, sob o argumento de falta de verba, e acaba sacrificando-os.

Assim como os defensores, a Comissão de Defesa dos Direitos Animais da OAB, que também participou do evento, defende desvincular o CCZ da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e condicioná-la a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

A vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Animais, Rosangela Damiani, aponta a necessidade de reestruturação do Centro de Controle e criação de um hospital veterinário. “É indiscutível a necessidade, mas em um primeiro momento ter a UPA já é muito importante”.

Vereador de Três Lagoas (MS) e defensor dos direitos animais, Beto Araújo (PSD) apresentou principais projetos na área no município. Criação de hospital público, aumento da pena para quem comete maus tratos e campanha de conscientização e educação foram apontadas pelo parlamentar.

Já tramita na Casa de Leis projeto autorizativo, que prevê autorização para que o executivo crie a UPA Vet, que funcionaria 24 horas por dia, com atendimento de animais domésticos, e centro cirúrgico para emergência.

Jornal Midiamax