“Ele falou que fez de propósito”, diz Hamilton, sobre toque de Rosberg

O clima da Mercedes, que já não era dos melhores, esquentou ainda mais depois do toque de Nico Rosberg que furou o pneu de Lewis Hamilton logo na segunda volta do GP da Bélgica deste domingo (24). O alemão conseguiu se recuperar e chegou em segundo, atrás do vencedor Daniel Ricciardo, da RBR. Já o […]
| 24/08/2014
- 19:41
“Ele falou que fez de propósito”, diz Hamilton, sobre toque de Rosberg

O clima da Mercedes, que já não era dos melhores, esquentou ainda mais depois do toque de Nico Rosberg que furou o pneu de Lewis Hamilton logo na segunda volta do GP da Bélgica deste domingo (24). O alemão conseguiu se recuperar e chegou em segundo, atrás do vencedor Daniel Ricciardo, da RBR. Já o britânico caiu para último e abandonou a cinco voltas do fim quando era 16º. Após uma reunião entre os pilotos e a cúpula da equipe, Hamilton garantiu à mídia impressa que o companheiro revelou ter dado o toque propositalmente:

– Isso parecia bastante claro para mim, mas nós acabamos de ter uma reunião sobre isso e ele basicamente disse que fez de propósito. Ele disse que poderia ter evitado. Disse “Fiz para provar um ponto”. E você não precisa apenas confiar em mim. Pergunte para Toto (Wolff), Paddy (Lowe) e todos esses caras que não estão satisfeitos com ele também.

O clima da Mercedes, que já não era dos melhores, esquentou ainda mais depois do toque de Nico Rosberg que furou o pneu de Lewis Hamilton logo na segunda volta do GP da Bélgica deste domingo. O alemão conseguiu se recuperar e chegou em segundo, atrás do vencedor Daniel Ricciardo, da RBR. Já o britânico caiu para último e abandonou a cinco voltas do fim quando era 16º. Após uma reunião entre os pilotos e a cúpula da equipe, Hamilton garantiu à mídia impressa que o companheiro revelou ter dado o toque propositalmente:

– Isso parecia bastante claro para mim, mas nós acabamos de ter uma reunião sobre isso e ele basicamente disse que fez de propósito. Ele disse que poderia ter evitado. Disse “Fiz para provar um ponto”. E você não precisa apenas confiar em mim. Pergunte para Toto (Wolff), Paddy (Lowe) e todos esses caras que não estão satisfeitos com ele também.

Com o segundo lugar de Nico e mais um abandono de Hamilton, o alemão chegou aos 220 pontos e aumentou sua vantagem na liderança do campeonato de 11 para 29 pontos. Antes de se reunir com os pilotos, Toto Wolff, chefe da Mercedes, e Niki Lauda, presidente não-executivo da companhia, já haviam condenado a precipitação de Rosberg na disputa. Hamilton ainda não sabe como a equipe se portará para administrar a rivalidade entre seus competidores.

– Não posso imaginar o que a equipe vai fazer daqui para frente. Cheguei a esse fim de semana com um pensamento realmente positivo. Eu estava empolgado. Restavam oito corridas para o fim do campeonato e estávamos próximos, apenas 11 pontos. Esperava que seria legal para todos nós, que seria uma corrida legal – desabafou.

Esta não foi a primeira polêmica entre Nico e Hamilton, que eram grandes amigos desde a época do kart. A crise entre a dupla estourou no GP de Mônaco, em maio, quando Rosberg garantiu a pole position após se beneficiar de um erro. Na ocasião, Hamilton achou que o parceiro foi para a área de escape de propósito para provocar a bandeira amarela e atrapalhar sua volta rápida. Na época, o inglês chegou a romper a amizade com o alemão. Já no GP da Hungria, último antes da parada das férias, foi a vez de Nico se irritar com Hamilton, que se recusou a aceitar o pedido de dar passagem ao companheiro que vinha com uma estratégia de um pit stop a mais. Lewis sugeriu que a raiva de Rosberg pode tê-lo motivado a provocar o incidente deste domingo.

– É curioso porque tivemos uma reunião na quinta-feira e Nico expressou o quão irritado ele estava. Eu pensei “Já faz três semanas e ele ainda insiste nisso”. Ele sentou e contou da raiva que estava a Toto e Paddy. Mas pensei que ele se acalmaria. Em seguida, acontece isso. Curioso… – jogou no ar.

Hamilton e Rosberg voltarão a se encontrar nas pistas daqui a duas semanas no GP da Itália. Mas até lá, a disputa fora dos circuitos ainda terá muitos capítulos. P>

Últimas notícias