Egito quer emprestar US$ 1,5 bi para quitar dívida com companhias de petróleo

O Egito considera emprestar ao menos 1,5 bilhões de dólares de bancos nacionais e internacionais para quitar um débito com companhias internacionais de petróleo que operam no país, afirmou o ministro do Petróleo Sherif Ismail à Reuters no domingo. O Egito quer pagar o dinheiro devido às companhias internacionais como parte de um esquema que […]
| 03/08/2014
- 23:19
Egito quer emprestar US$ 1,5 bi para quitar dívida com companhias de petróleo

O Egito considera emprestar ao menos 1,5 bilhões de dólares de bancos nacionais e internacionais para quitar um débito com companhias internacionais de petróleo que operam no país, afirmou o ministro do Petróleo Sherif Ismail à Reuters no domingo.

O Egito quer pagar o dinheiro devido às companhias internacionais como parte de um esquema que visa retomar a confiança na economia depois de anos de instabilidade depois dos levantes populares que derrubaram o presidente Hosni Mubarak em fevereiro de 2011.

Ismail disse que pagar o débito abrirá as portas para os investimentos internacionais. Ele afirmou que o Egito deve cerca de 5,9 bilhões de dólares para companhias estrangeiras de petróleo desde o final de junho.

O ministro não deu detalhes sobre os bancos que seriam procurados mas afirmou que o Egito gostaria de emprestar dinheiro para não pressionar as reservas do banco central egípcio, que já disponibilizou fundos para pagamentos de dívidas neste ano.

“Pagaremos parte da dívida em agosto e agendaremos o resto”, disse.

O país já disse anteriormente que pagaria 3 bilhões de dólares em parcelas até 2017 como incentivo para estimular que as empresas internacionais de petróleo aumentem a exploração e produção no país.

A capacidade do governo para pagar as companhias e empreiteiras foi afetada pela instabilidade política, que interrompeu investimentos e turismo, cortando a receita com impostos.

O Egito também está passando a pior crise de energia em décadas, devido a um declínio na produção de gás.

Ismail disse que um orçamento para um atrasado terminal flutuante necessário para a importação de gás natural liquefeito seria finalizado em Agosto.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias