Geral

Ebola não é transmitido por vias aéreas, diz ONU

A missão da Organização das Nações Unidas (ONU) para a emergência do ebola (Unmeer) afirmou nesta sexta-feira (03) que “neste momento, não há alguma prova – e não vemos que esteja ocorrendo mutação – para que o ebola seja transmitido por vias aéreas”. Segundo a entidade, até o momento, “a doença é transmitida apenas por […]

Arquivo Publicado em 03/10/2014, às 20h58

None

A missão da Organização das Nações Unidas (ONU) para a emergência do ebola (Unmeer) afirmou nesta sexta-feira (03) que “neste momento, não há alguma prova – e não vemos que esteja ocorrendo mutação – para que o ebola seja transmitido por vias aéreas”.

Segundo a entidade, até o momento, “a doença é transmitida apenas por contato com os fluidos humanos”. “O vírus é mutável, mas é um processo complexo e que exige muito tempo. Os riscos reais e atuais são, que a cada dia, novas pessoas adoecem e outras morrem porque não recebem os tratamentos necessários”, disse a Unmeer em comunicado.

O grupo ainda pediu que “é preciso focar as energias para enfrentar rapidamente essas necessidades e as lacunas existentes nas comunidades atingidas”. Ontem (03), o chefe da missão das Nações Unidas (ONU) no oeste africano, Anthony Banbury, afirmou que o vírus do ebola poderia ser transmitido pelo ar, caso sofresse mutação e que isso “poderá ocorrer caso o surto do ebola não seja controlado rapidamente”.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) também confirmou a impossibilidade de transmissão da doença pelo ar e “neste momento, não temos evidências e nem esperamos que o vírus esteja sofrendo mutação para se tornar capaz de difusão pelo ar”.

A OMS ainda destacou que “está monitorando o vírus atentamente” e que para “o momento, a coisa mais segura a se fazer é que todos possam evitar o contato direto com os fluidos de pessoas que tiveram contato com o vírus e com materiais que podem ter sido contaminados”.

Jornal Midiamax