Geral

Duas pessoas morrem em queda de avião em MT; aeronave explodiu ainda no céu

Conforme testemunhas, a aeronave explodiu ainda no ar e os destroços caíram no município de Barra do Bugres (150 de Cuiabá), próximo ao assentamento Ema.

Arquivo Publicado em 19/02/2014, às 19h30

None
2014307938.jpg

Conforme testemunhas, a aeronave explodiu ainda no ar e os destroços caíram no município de Barra do Bugres (150 de Cuiabá), próximo ao assentamento Ema.

O empresário e ex-vice prefeito de Nova Olímpia, Luiz Roberto Gonçalves, de 55 anos, além de um piloto, ainda não identificado, morreram após o avião em que elas estavam cair. Conforme testemunhas, a aeronave explodiu ainda no ar e os destroços caíram no município de Barra do Bugres (150 de Cuiabá), próximo ao assentamento Ema, na divisa com a cidade de Alto Paraguai (400 km da capital). O incidente ocorreu nesta quarta-feira (19), por volta das 10h.


Ao RepórterMT, uma investigadora da Polícia Civil afirmou que testemunhas acionaram a Polícia Militar após ouvir um barulho de explosão vindo do céu. “Quando eles olharam para o alto já viram o avião caindo de ‘bico’ girando. O monomotor estava sem as duas asas”, destacou.


De acordo com a policial, os peritos da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) já foram ao local para tentar identificar as causas do acidente.

“Devido à violência da batida ao solo, ainda não foi possível identificar o prefixo da aeronave”, destacou.


O vôo teria saído de Tangará da Serra e tinha como destino final a cidade de Mineiros (GO).


Mesmo sem a identidade do piloto informações preliminares apontam que o monomotor seja de propriedade do Grupo Canopus, que possui várias concessionárias de motos na capital. O ex-prefeito tentou a reeleição em 2012, mas foi derrotado. Atualmente ele trabalhava como produtor rural.

Jornal Midiamax