Geral

Dono de bar acusado de matar cliente a tiros no Coronel Antonino vai a júri popular

Carlos Eduardo Leão vai a júri popular amanhã (16) para ser julgado sobre a morte de Moacir Queiroz da Silva, no dia 1º de setembro de 2012. Carlos é acusado de atirar contra Moacir por não tolerar o comportamento do cliente em seu bar. Consta nos autos que a vítima foi morta próximo ao estabelecimento […]

Arquivo Publicado em 15/04/2014, às 19h39

None

Carlos Eduardo Leão vai a júri popular amanhã (16) para ser julgado sobre a morte de Moacir Queiroz da Silva, no dia 1º de setembro de 2012. Carlos é acusado de atirar contra Moacir por não tolerar o comportamento do cliente em seu bar.

Consta nos autos que a vítima foi morta próximo ao estabelecimento “Bar do Cadu”, localizado no bairro Coronel Antonino, em Campo Grande. O acusado teria agido por motivo fútil e teria usado de dissimulação, pois chamou a vítima para conversar e, quando ele se aproximou, atirou sem nada dizer.

O juiz titular da vara, Aluízio Pereira dos Santos, analisou as qualificadoras apontadas e pronunciou o réu nos termos da denúncia.

Jornal Midiamax