Geral

Dom Dimas comenta celebração de Corpus Christie e ressalta papel da Igreja Católica

O arcebispo da Arquidiocese de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, ressaltou nesta quinta-feira (19), durante coletiva à imprensa, antes de iniciar a missa para celebrar o Corpus Christie, o papel da Igreja católica. Dom Dimas comentou sobre a imagem de acolhimento transmitida pelo Papa Francisco e contou que há poucos dias almoçou com o pontífice, em Roma,  e ficou […]

Arquivo Publicado em 19/06/2014, às 18h11

None
1892550483.jpg

O arcebispo da Arquidiocese de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, ressaltou nesta quinta-feira (19), durante coletiva à imprensa, antes de iniciar a missa para celebrar o Corpus Christie, o papel da Igreja católica.

Dom Dimas comentou sobre a imagem de acolhimento transmitida pelo Papa Francisco e contou que há poucos dias almoçou com o pontífice, em Roma,  e ficou deslumbrado com o carinho  dele com os funcionários e todas as pessoas que estavam ao redor.

 “O Papa tem passado a imagem de uma igreja servidora e a igreja tem que ser isso. Transmitir entre outras coisas, o acolhimento para as pessoas”, destacou.

Sobre o significado do Corpus Christie, o arcebispo afirma que é uma festa que reúne grande número de fiéis e celebra o mandamento do amor e da Eucaristia. Para ele a data é o momento de se aprender mais sobre Jesus e sua humildade.

Para aposentada Eliana Vieira, de 62 anos, da paróquia Santo Antônio, a celebração de Corpus Christie é a festa mais importante para os católicos. “É a representação da Eucaristia, onde celebramos o corpo e o sangue de Jesus. A doação e o amor dele por nós”, diz.

A expectativa da Arquidiocese de Campo Grande é de que 20 mil pessoas acompanhem as celebrações de Corpus Christie, que começaram por volta das 6 horas, com a montagem dos tapetes de Corpus Christi e devem seguir até o fim da tarde, após a missa campal e a procissão pela Avenida 14 de julho.

Antes da celebração, marcada para as 15 horas, haverá apresentação de dois grupos infantis, um deles, formados por crianças da Cidade de Deus. A previsão é de que a missa termine às 16 horas. A procissão começa na Avenida Mato Grosso e segue até a Avenida Fernando Corrêa da Costa.

Jornal Midiamax