Geral

Djokovic vira sobre Federer e é tricampeão em Indian Wells

Número dois do mundo, o tenista Novak Djokovic conseguiu vencer de virada Roger Federer neste domingo para se sagrar campeão do Masters 1000 de Indian Wells. Com parciais de 2 sets a 1, parcias de 4/6, 6/3 e 7/6 (7-2), o sérvio levou o tricampeonato do torneio em solo americano e, de quebra, igualou André […]

Arquivo Publicado em 16/03/2014, às 22h55

None

Número dois do mundo, o tenista Novak Djokovic conseguiu vencer de virada Roger Federer neste domingo para se sagrar campeão do Masters 1000 de Indian Wells. Com parciais de 2 sets a 1, parcias de 4/6, 6/3 e 7/6 (7-2), o sérvio levou o tricampeonato do torneio em solo americano e, de quebra, igualou André Agassi como terceiro maior vencedor de torneios do tipo.

Antes da decisão deste domingo, Djokovic já havia levado o título de Indian Wells em 2011 e 2008 – nos últimos dois anos, parou na semifinal. O título desta final foi o primeiro do sérvio no ano de 2014 – antes, o tenista havia parado nas quartas do Australian Open e na semifinal do ATP 500 de Dubai.

Nos Emirados Árabes, por sinal, Djokovic foi derrotado exatamente por Roger Federer, também de virada – o triunfo deste domingo é a revanche do sérvio. No confronto direto, contudo, o suíço ainda tem ligeira vantagem: são 17 vitórias contra 16.

Apesar da derrota, Federer mantémo bom ano de 2014 após ter um decepcionante 2013, quando venceu apenas o ATP 250 de Halle. Nesta temporada, o suíço, treinado agora por Severin Luthi e Stefan Edberg, contabiliza apenas três derrotas: já havia sido campeão do ATP 500 de Dubai, vice do ATP 250 de Brisbane e semifinalista do Australian Open.

Novak Djokovic, por sua vez, espera que o título consolide a recuperação após alternar altos e baixos. Ao contrário de Roger Federer, que não havia perdido nenhum set durante toda a campanha em Indian Wells, mostrou um tênis irregular e avançou aos trancos e barrancos para chegar à decisão do torneio.

Neste domingo, Roger Federer começou arrasador em Indian Wells. Logo na primeira chance que teve, quebrou o adversário para abrir 2/0 no primeiro set. A vantagem foi mantida com a superioridade do suíço, que mostrou um tênis consistente para fechar rapidamente a parcial.

Ao contrário do primeiro, o segundo set foi mais equilibrado. Djokovic conseguiu uma quebra apenas no oitavo game e sacou na sequência para levar o set. Na decisiva parcial, o sérvio conseguiu uma quebra logo no terceiro game e se aproximou do seu melhor tênis. Federer ainda devolveu quando o adversário sacava para o set, mas Djokovic fez tie-break impecável para levar o título.

Jornal Midiamax