Geral

Diretoria da CDL e prefeito discutem plano de revitalização do centro

Uma das primeiras ações do prefeito Gilmar Olarte (PP) quando assumiu a administração da Capital foi se inteirar sobre o andamento do Plano de Revitalização da Área Central de Campo Grande – Programa Reviva o Centro. Desde então, representantes de todos os segmentos envolvidos na área central tem sido recebidos pelo chefe do Executivo a […]

Arquivo Publicado em 19/06/2014, às 11h47

None

Uma das primeiras ações do prefeito Gilmar Olarte (PP) quando assumiu a administração da Capital foi se inteirar sobre o andamento do Plano de Revitalização da Área Central de Campo Grande – Programa Reviva o Centro. Desde então, representantes de todos os segmentos envolvidos na área central tem sido recebidos pelo chefe do Executivo a fim de estreitar o relacionamento e discutir o projeto que irá transformar o centro de Campo Grande. Neste contexto, a diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande – CDLCG esteve reunida nesta quarta-feira (18) com o prefeito para alinhar suas perspectivas para com o grandioso projeto, que depende agora do parecer do Ministério do Planejamento para que possa avançar.


Em nome dos empresários lojistas do centro, o presidente da CDLCG, Ricardo Kuninari expressou a ansiedade do segmento para que o projeto possa avançar. “Estamos juntos desde o início da construção desse projeto e a expectativa é ver tudo isso se concretizar. A CDL se coloca à disposição da prefeitura para estar junto neste processo e ter participação ativa nas discussões da revitalização, já que afeta diretamente o nosso segmento”, disse Kuninari.


O prefeito garantiu aos empresários que o projeto irá avançar e que a atual gestão está empenhada neste sentido. “Foi uma das primeiras medidas que tomei quando assumi a prefeitura: reunir os envolvidos para retomar esse processo que ficou estagnado. “O programa ficou parado desde o ano passado e não podemos perder todo um processo que vem sendo construído desde 2009 junto à sociedade, que será a maior beneficiada quando tudo estiver pronto. Vamos construir esse processo em conjunto, discutindo com todas as partes envolvidas e sem mais discursos, pois o momento é de ação. E ação rápida para obtenção de recursos que garantam o início da execução das obras”, assegurou Olarte.


O Plano de Revitalização do Centro envolve mais de 90 ações estratégicas e tem a finalidade de proteger o patrimônio histórico e cultural, valorizar o espaço público e a economia da região, fomentar eventos e atividades de lazer, além de fortalecer a administração pública nas áreas de fiscalização e monitoramento da Zeic/Centro. A Orla Morena, Orla Morena 2 e Ferroviária, Praça Ary Coelho, Estação Ferroviária e revitalização do Mercado Municipal são exemplos de investimentos do Plano de Revitalização do Centro.

Jornal Midiamax