Geral

Diretora de escola onde ocorreu estupro deve ser afastada se constatada negligência

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (14) a Secretaria Municipal de Educação anunciou que uma sindicância foi aberta para apurar sobre o estupro ocorrido na Escola Municipal Consulesa Margarida Maksoud Trad, em Campo Grande. Caso fique constatado negligência por parte da diretoria da escola, a Secretaria confirmou que irá afastar a direção. “Estamos ouvindo todas as […]

Arquivo Publicado em 14/04/2014, às 19h45

None

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (14) a Secretaria Municipal de Educação anunciou que uma sindicância foi aberta para apurar sobre o estupro ocorrido na Escola Municipal Consulesa Margarida Maksoud Trad, em Campo Grande. Caso fique constatado negligência por parte da diretoria da escola, a Secretaria confirmou que irá afastar a direção.

“Estamos ouvindo todas as partes envolvidas para saber o que aconteceu para ter uma certeza de que todas as medidas necessárias serão tomadas. Podemos afastar a diretoria preventiva ou definitivamente”, afirmou a secretária municipal Ângela Brito.

A secretária reiterou que tanto a vítima, de 10 anos, quanto os suspeitos de 13, 14 e 15 anos terão acompanhamento psicológico e social por parte da Secretaria Municipal de Saúde e de Assistência Social. Inclusive as respectivas famílias também.

O caso

O menino contou para a mãe que tinha sido abusado por outros três garotos que estudam na mesma instituição. A vítima relatou que, anteriormente, colegas já teriam cometido bullying contra ele, até que em um encontro no banheiro os três rapazes o prenderam. Enquanto um ameaçava com um canivete, outro o segurava e o terceiro abusava.

Jornal Midiamax