Detentos realizam rebelião em presídio de Cascavel e quatro são feitos reféns

Presos da PEC (Penitenciária Estadual de Cascavel), no oeste do Paraná, iniciaram uma rebelião por volta das 6h30 deste domingo (24). Com camisas nos rostos e armas, os detentos fazem ameaças e exigem regalias, transferência e presença da imprensa, conforme informações recebidas por um leitor do Midiamax. De acordo com o Depen (Departamento Penitenciário do […]
| 24/08/2014
- 18:48
Detentos realizam rebelião em presídio de Cascavel e quatro são feitos reféns

Presos da PEC (Penitenciária Estadual de Cascavel), no oeste do Paraná, iniciaram uma rebelião por volta das 6h30 deste domingo (24). Com camisas nos rostos e armas, os detentos fazem ameaças e exigem regalias, transferência e presença da imprensa, conforme informações recebidas por um leitor do Midiamax.

De acordo com o Depen (Departamento Penitenciário do Paraná), pelo menos dois agentes penitenciários e dois presos foram feitos reféns na ação. A rebelião tomou conta de toda a penitenciária, à exceção do prédio administrativo, que foi bloqueado pela PM (Polícia Militar).

De acordo com o advogado dos agentes penitenciários, Jairo Ferreira, a rebelião teve início no momento em que um agente foi entregar o café da manhã aos detentos. O trinco da grade estava serrado, o que permitiu aos presos puxarem o agente para dentro e darem início à rebelião. Ainda segundo o advogado, apenas dez agentes estavam de plantão, no presídio que é ocupado por mais de mil presos.

Ainda conforme Ferreira, os presos reclamam da estrutura, alimentação e higiene da penitenciária. Cerca de 80% da unidade está destruída.

Os detentos invadiram o telhado da penitenciária e queimaram colchões. Na confusão, eles chegaram a jogar outros dois presos do alto do telhado. Segundo os bombeiros, porém, eles não tiveram ferimentos graves – um deles quebrou o nariz. Não há informações sobre o número total de feridos na ação.

Equipes da Polícia Militar estão no local para tentar conter a rebelião. O diretor do Depen, Cezinando Paredes, está a caminho de Cascavel para negociar com os detentos, que não informaram o motivo da ação.

Por volta das 12 horas,os detentos começaram a negociar com os policiais. Porém, ainda fazem dois agentes reféns.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens pelo WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Últimas notícias