Desativados 144 explosivos na barragem de Mossul

As forças mistas iraquianas e curdas desativaram nesta terça-feira quatro barris explosivos que tinham sido colocados em uma das comportas da barragem de Mossul, no norte do Iraque, e outros 140 artefatos nas imediações do dique, informou à Agência Efe o presidente do Comitê de Segurança local. O presidente do Comitê de Segurança do conselho […]
| 19/08/2014
- 14:09
Desativados 144 explosivos na barragem de Mossul

As forças mistas iraquianas e curdas desativaram nesta terça-feira quatro barris explosivos que tinham sido colocados em uma das comportas da barragem de Mossul, no norte do Iraque, e outros 140 artefatos nas imediações do dique, informou à Agência Efe o presidente do Comitê de Segurança local.

O presidente do Comitê de Segurança do conselho da província de Ninawa – cuja capital é Mossul, Mohammed al Bayati, explicou que unidades de engenharia do exército iraquiano, apoiadas por tropas curdas (“peshmergas”), desativaram os explosivos após duros combates com os jihadistas.

Os combatentes do Estado Islâmico (EI) instalaram as bombas antes de deixaram a barragem, explicou Bayati, que acrescentou que, “se os barris tivessem explodido teriam causado uma enorme tragédia”.

Segundo o presidente do Comitê, os jihadistas também colocaram 140 bombas em edifícios e instalações vinculadas ao Ministério de Recursos Hídricos, que administra a barragem, após explodir os caminhos e as principais entradas do lugar.

O EI sofreu várias baixas em suas fileiras durante os confrontos desta madrugada, mas até agora não se sabe o número exato de mortes, disse Bayati.

O porta-voz das Forças Armadas iraquianas, general Qasem Atta, anunciou ontem que “as forças antiterroristas e tropas curdas, com apoio aéreo misto (iraquiano e americano), limparam totalmente a barragem de Mossul do EI”.

O presidente americano, Barack Obama, confirmou a recuperação da barragem de Mossul pelas forças iraquianas e curdas, o que qualificou de um “passo adiante” nos esforços de Bagdá e dos Estados Unidos para acabar com a presença de EI no norte do Iraque.

A barragem de Mossul é uma das principais reservas estratégicas de água do Iraque, com capacidade de mais de 12 bilhões de metros cúbicos, localizada a 23 quilômetros da cidade de Dohuk, na região do Curdistão.

Últimas notícias