Geral

Deputados estaduais dizem que não dá para ir ao estádio ver Brasil jogar

Os deputados estaduais vão assistir aos jogos do Brasil pela Copa do Mundo em casa. Os parlamentares alegam que não têm como conciliar a pré-campanha eleitoral em ano de eleição. Apenas Carlos Marun (PDMB) disse que tentará ver pelo menos um jogo no estádio. O deputado Lauro Davi (Pros) disse que vai assistir junto da […]

Arquivo Publicado em 07/06/2014, às 11h19

None

Os deputados estaduais vão assistir aos jogos do Brasil pela Copa do Mundo em casa. Os parlamentares alegam que não têm como conciliar a pré-campanha eleitoral em ano de eleição. Apenas Carlos Marun (PDMB) disse que tentará ver pelo menos um jogo no estádio.


O deputado Lauro Davi (Pros) disse que vai assistir junto da família no seu sítio que fica em Rochedo e vai trabalhar quando o Brasil não estiver em Campo. “Só paro os 90 minutos do jogo”, resumiu.


Trabalho também está na agenda dos peemedebistas Eduardo Rocha e Júnior Mochi. Os deputados disseram que vão assistir aos jogos nos municípios do interior onde estiverem. “Devo estar no interior andando, então vou assistir no município que estiver”, afirmou Rocha.


Cabo Almi (PT) lamentou da Copa ser em ano eleitoral. “Se não fosse ano eleitoral eu iria ao estádio ver nossa seleção”, pontuou. Por causa disso, o petista vai ser mais uma que vai assistir aos jogos em casa, reunido com a família.


Outro petista que vai torcer pela seleção mais reservadamente é o deputado Pedro Kemp. “Vou assistir na minha casa, com a família, comendo pipoca e tomando cervejinha”, disse.


Dos 24 deputados estaduais, só Carlos Marun que vai tentar levar o filho para ver “pelo menos um jogo” no estádio. Segundo o peemedebista, ele ainda não conseguiu os ingressos.




Jornal Midiamax