Geral

Depois de cinco meses, Morada dos Baís será pintada em ato contra a pichação

Depois de quase cinco meses da pichação, as tradicionais paredes amarelas da Morada dos Baís continuam exibindo os pontos de interrogação verdes que infestaram Campo Grande, durante a onda de pichações do “Xarada”.  Segundo a diretora-presidente da Fundação Municipal de Cultura (Fundac), Juliana Zorzo, a ação ainda não tem data para acontecer. “Estamos esperando a […]

Arquivo Publicado em 09/06/2014, às 16h52

None
1090629140.jpg

Depois de quase cinco meses da pichação, as tradicionais paredes amarelas da Morada dos Baís continuam exibindo os pontos de interrogação verdes que infestaram Campo Grande, durante a onda de pichações do “Xarada”. 


Segundo a diretora-presidente da Fundação Municipal de Cultura (Fundac), Juliana Zorzo, a ação ainda não tem data para acontecer. “Estamos esperando a finalização do processo licitatório e conversando com entidades para realizar o ato”, diz. 


A diretora da Fundac diz que a ação está sendo planejada e posteriormente será divulgada para que a população possa se envolver no processo.


“Não queremos pegar uma empresa e somente pagar para eles pintarem. Mas, envolver os parceiros e também os grafiteiros”, diz. A diretora da Fundac diz ainda que as pessoas precisam se conscientizar que a pichação é ilegal e bem diferente do grafite.


Sobre a demora em cobrir as pichações que foram feitas no prédio histórico, em janeiro, Zorzo informou não saber o motivo da lentidão e ressaltou que está no cargo há menos de dois meses.



Jornal Midiamax