Geral

Delcídio venceria disputa contra Reinaldo pelo governo se eleições fossem hoje

Se o 2º turno das eleições ao governo do Estado fossem nesta semana, o senador Delcídio do Amaral, pré-candidato pelo PT, venceria a disputa com 24,2 pontos de vantagem sobre o deputado federal Reinaldo Azambuja, concorrente pré-candidato pelo PSDB. Delcídio é apontado por 55,10% das intenções de voto, quando colocado em confronto direto com Reinaldo, […]

Arquivo Publicado em 13/06/2014, às 11h50

None
517660128.jpg

Se o 2º turno das eleições ao governo do Estado fossem nesta semana, o senador Delcídio do Amaral, pré-candidato pelo PT, venceria a disputa com 24,2 pontos de vantagem sobre o deputado federal Reinaldo Azambuja, concorrente pré-candidato pelo PSDB.

Delcídio é apontado por 55,10% das intenções de voto, quando colocado em confronto direto com Reinaldo, que obteve 30,90% dos votos. Ao todo, 1.500 pessoas foram ouvidas, sendo 705 da Capital, Campo Grande.

Todos os entrevistados têm 16 anos ou mais e moram em um dos 15 maiores municípios de Mato Grosso do Sul. A pesquisa foi estimulada, quando se oferece um quadro definido de disputa para escolha de apenas um pré-candidato.

Os votos indecisos somaram 8,4% dos entrevistados. Brancos e nulos somaram 5,5% do total de votos. As entrevistas ocorreram entre os dias 30 de maio a 6 de junho de 2014. A margem de erro prevista é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

A amostra é autoponderada, estratificada segundo combinação das variáveis, sexo, faixa etária, grau de instrução e nível econômico da população eleitoral. O grau de confiança da pesquisa é de 95%. Ela foi registrada na Justiça Eleitoral no dia 6 de junho sob o número 00018/2014 e divulgada na última quarta-feira.


As cidades em que o DATAmax aplicou a pesquisa foram: Amambai, Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Rio Brilhante, Sidrolândia e Três Lagoas. Elas juntas representam 65,56% do eleitorado no Estado.




Jornal Midiamax