Geral

De Merkel a Putin, 21 líderes mundiais confirmam presença na Copa

A Copa do Mundo do Brasil terá a presença de 21 líderes mundiais, incluindo o russo Vladmir Putin, a alemã Angela Merkel e o príncipe Albert de Mônaco, informou nesta quinta-feira (5) a Presidência brasileira. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e 11 chefes de Estado ou de governo assistirão ao jogo de abertura do […]

Arquivo Publicado em 06/06/2014, às 12h57

None

A Copa do Mundo do Brasil terá a presença de 21 líderes mundiais, incluindo o russo Vladmir Putin, a alemã Angela Merkel e o príncipe Albert de Mônaco, informou nesta quinta-feira (5) a Presidência brasileira.


O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e 11 chefes de Estado ou de governo assistirão ao jogo de abertura do Mundial, entre Brasil e Croácia, no dia 12 de junho, no Itaquerão, em São Paulo, incluindo o emir do Qatar, Tamin Bin Hamad al Thani, e o presidente boliviano, Evo Morales.


O presidente russo, Vladimir Putin, cujo país organizará a Copa do Mundo de 2018, já anunciou que assistirá à final do torneio, no dia 13 de julho, no Maracanã.


Relação dos líderes mundiais que assistirão às partidas da Copa no Brasil:


— Chanceler alemã Angela Merkel – Alemanha x Portugal, Salvador, 16 de junho.


— Rei Philippe e rainha Mathilde da Bélgica e premier belga Elio di Rupo – Bélgica x Rússia, Rio de Janeiro, 22 de junho.


— Michelle Bachelet, presidente do Chile – Brasil x Croácia, 12 de junho, São Paulo, e Chile x Austrália, Cuiabá, 13 de junho.


— Zoran Milanovic, primeiro-ministro croata – Brasil x Croácia e Croácia x Camarões, em 18 de junho, Manaus.


— Rafael Correa, presidente do Equador – Brasil x Croácia.


— Joe Biden, vice-presidente dos Estados Unidos – EUA x Gana, Natal, 16 de junho.


— John Mahama, presidente de Gana – Brasil x Croácia.


— Juan Orlando Hernandez, presidente de Honduras – Honduras x França, Porto Alegre, 16 de junho.


— Guilherme Alexandre, rei da Holanda – Holanda x Austrália, Porto Alegre, 18 de junho.


— Vladimir Putin, presidente da Rússia – final, Rio de Janeiro, 13 de julho.


— José Mujica, presidente do Uruguai – Brasil x Croácia.


— Príncipe Albert 2º de Mônaco – Argentina x Bósnia, Rio, 15 de junho, e Coreia do Sul x Bélgica, São Paulo, 26 de junho.


— Tamin Bin Hamad al Thani, emir do Qatar – Brasil x Croácia.


— Desiré Bouterse, presidente do Suriname – Brasil x Croácia.


— José Eduardo dos Santos, presidente de Angola – Brasil x Croácia.


— Evo Morales, presidente da Bolívia – Brasil x Croácia.


— Ali Bongo Odimba, presidente do Gabão – Brasil x Croácia.


— Horacio Cartes – presidente do Paraguai – Brasil x Croácia.


— Uruhu Kenyatta, presidente do Quênia – uma semifinal e final.


— Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU – Brasil x Croácia.

Jornal Midiamax