Geral

Daniel Alves diz que não gosta da campanha #somostodosmacacos

Daniel Alves diz que agora reprova a campanha #somostodosmacacos. Personagem principal da cena inspiradora da ação iniciada por Neymar e idealizada pela agência de publicidade Loducca, o lateral acha errado assumir a alcunha de macaco. Em entrevista ao programa “Altas Horas”, que será exibido neste sábado (3), o jogador do Barcelona e da seleção brasileira […]

Arquivo Publicado em 03/05/2014, às 20h06

None


“Foi intuitivo, não tinha nada programado. A gente não acredita que vão fazer isso dentro de um campo de futebol e foi uma surpresa a repercussão que deu”, contou.

Daniel Alves ainda revelou estar incomodado com atitudes racistas no futebol há tempos e que, desta vez, resolveu agir pois só as denúncias que fez em outras ocasiões não surtiram efeito.”Eu estava até um pouco triste com essa situação, porque já havia denunciado em outras ocasiões e não tinha dado em nada. Tentei dar uma resposta positiva a uma ação desafortunada”

A ação de descontentamento do jogador recebeu apoio de Neymar, que lançou a campanha #somostodosmacacos nas redes sociais, com uma foto sua e de seu filho com bananas na mão. A campanha foi muito difundida, inclusive por diversos jogadores como Lucas, Mario Balotelli e Luis Suarez, além de celebridades como Ivete Sangalo, Michel Teló e Luciano Huck. Mas também recebeu muitas críticas, principalmente após Huck colocar à venda uma camiseta com o slogan da campanha.

Um dos que não gostou do slogan foi o próprio Daniel Alves, que não concorda em dizer que é um macaco, mas sim um ser humano. Além disso, ele afirma que não pretende ganhar nenhuma publicidade pela atitude.

“Eu não gosto muito do #somostodosmacacos, porque acho que a gente é a evolução disso. Somos humanos e todos iguais. Acho que é isso que devemos defender”, explicou o lateral. “Marcas me procuraram, mas eu não quero ganhar com isso, não quero popularidade. Não quero ganhar nada a não ser a luta contra o racismo”, completou.

Apesar de hoje reprovar a ação, o próprio Daniel Alves já havia defendido a campanha lançada por Neymar na última sexta-feira. Em entrevista à BBC, ele chamou os críticos da ação de hipócritas. “É hipocrisia criticar uma campanha contra o racismo. Os críticos estão se apegando ao contexto (o episódio da banana), e não ao objetivo, que é conscientizar as pessoas de que somos todos humanos e somos todos iguais”, disse Daniel Alves.

O programa “Altas Horas” vai ao ar às 23h10 deste sábado.



Jornal Midiamax