Geral

Curso de personalização do lar ensina domésticas a ficarem ‘expert’ em organização

Pode até parecer fácil, mas cuidar de uma casa e deixá-la digna de se chamar de lar não é para qualquer um. Da dobradura dos lençóis à organização da geladeira tudo tem uma técnica e faz com que o andamento da casa fique mais prático e funcional. Esta é a ideia do curso de personnal […]

Arquivo Publicado em 28/04/2014, às 21h15

None
1510543001.jpg

Pode até parecer fácil, mas cuidar de uma casa e deixá-la digna de se chamar de lar não é para qualquer um. Da dobradura dos lençóis à organização da geladeira tudo tem uma técnica e faz com que o andamento da casa fique mais prático e funcional. Esta é a ideia do curso de personnal home oferecido pela funcionária pública Daniela Cristina Fontoura, de 49 anos.

Daniela conta que sempre gostou de organizar tudo, de deixar tudo ‘arrumadinho’, e quando soube que havia um curso específico de organização para lares e escritórios em São Paulo foi se qualificar. De lá trouxe as inovações que hoje são ensinadas no curso ‘Com Tudo no Lugar’. E a ideia é exatamente essa, deixar tudo no devido lugar.

A profissional explica que um das técnicas ensinadas no curso é como organizar o armário do quarto. Da escolha dos cabides à forma como vai dobrar lençóis e cobertas tudo faz diferença. “Primeiramente a gente arruma os jogos de cama e de toalhas. Aí tem de separar jogo por jogo e dobrar de forma alinhada. Primeiro o cobre leito, aí o lençol e as fronhas. Tudo junto para não perder”, diz.

A mesma regra vale para o jogo de toalhas. Os cobertores também devem ser dobrados alinhados e cada tipo de peça ter um lugar específico para o acondicionamento. Uma dica para guardar cobertas que se usa pouco são os sacos a vácuo, que podem ser comprados em casas de multicoisas.

Já na hora de organizar as roupas, a primeira dica é quanto aos cabides. Dani conta que todos devem ser iguais e os das calças, a preferência, é pelo infantil para que a roupa não ‘sambe’ no cabide. “O melhor é usar cabides estreitos que ocupam pouco espaço. Aí separa as roupas por cores, tamanho de mangas. Para as calças o ideal é por em cabide infantil, para que fiquem todas alinhadas”, revela.

Meias, roupas de dormir, ginástica e íntimas ficam melhor na gaveta. “Quem quiser pode usar o organizador de gavetas, porque deixa tudo melhor de ser visto e facilita muito na hora da busca”, diz.

Na cozinha

Outra dica dada por Daniela é quanto à organização da geladeira. A profissional diz que na correria do dia a dia as pessoas acabam simplesmente colocando os alimentos na geladeira sem observar o que tem dentro. Por isso, na hora de organizar o eletrodoméstico a visão dos alimentos é a principal dica.

Ela explica que o ideal é separar tudo em box transparente. Cada uma das caixas pode ser para alguma refeição específica ou para determinados alimentos. “Posso por em cada box a refeição que farei. Por exemplo, separo o do café da manhã. Aí coloco queijo, iogurtes, geleias, requeijão… E tudo que costumo comer na primeira refeição do dia. Assim não vou precisar ficar procurando os alimentos”, diz.

Ou ainda separar por alimentos, em uma caixa coloca frutas, em outra frios, legumes e assim por diante. O importante, revela, é encontrar a forma que melhor se adapte aos hábitos da família que a organização não seja apenas pontual, mas funcional e duradoura.

Quem quiser saber mais sobre o curso ligue 8127-3333. As caixas utilizadas na matéria para a organização da geladeira custaram cerca de R$ 10,00 em lojas especializadas.

Jornal Midiamax