Geral

Cunhada terá que indenizar homem acusado no Facebook de agredir esposa em MS

Um homem identificado como R.A.Z.G., morador da cidade de Campo Grande, foi difamado na rede social Facebook pela sua cunhada identificada como T.R.S., que terá que pagar R$ 2 mil em indenização. A decisão é do substituto Roberto Hipólito da Silva Júnior da 9ª Vara Cível. De acordo com o autor da ação, sua cunhada […]

Arquivo Publicado em 12/02/2014, às 19h40

None

Um homem identificado como R.A.Z.G., morador da cidade de Campo Grande, foi difamado na rede social Facebook pela sua cunhada identificada como T.R.S., que terá que pagar R$ 2 mil em indenização. A decisão é do substituto Roberto Hipólito da Silva Júnior da 9ª Vara Cível.

De acordo com o autor da ação, sua cunhada fez vários comentários, afirmando que ele agredia sua mulher. Em juízo a cunhada, disse que os comentários são verdadeiros, pois o autor realmente agrediu sua irmã.

O magistrado observou que a alegação não deve ser levada em conta, já que o boletim de ocorrência não instruiu uma ação penal, além do fato das medidas protetivas concedidas à irmã da ré terem sido revogadas.

O juiz também sustentou que a ocorrência ou não das agressões não dá direito para que ninguém ofenda outra pessoa, muito menos em uma rede de relacionamento mundial.

Jornal Midiamax