Geral

Corintianos fazem protesto contra ingressos no comitê eleitoral de Andrés

Um grupo de cerca de 30 corintianos protestou, neste sábado, contra o preço dos ingressos praticado no Itaquerão. Com cartazes e de forma pacífica, os torcedores foram até o comitê eleitoral do ex-presidente Andrés Sanchez, candidato a deputado federal e principal responsável pelo estádio, e devem continuar a campanha na frente do Parque São Jorge. […]

Arquivo Publicado em 09/08/2014, às 17h56

None

Um grupo de cerca de 30 corintianos protestou, neste sábado, contra o preço dos ingressos praticado no Itaquerão. Com cartazes e de forma pacífica, os torcedores foram até o comitê eleitoral do ex-presidente Andrés Sanchez, candidato a deputado federal e principal responsável pelo estádio, e devem continuar a campanha na frente do Parque São Jorge.


A reportagem procurou Andrés Sanchez para comentar os protestos. O cartola atendeu o telefone, mas disse que não queria falar sobre o assunto. A assessoria do dirigente explicou que o protesto não durou muito, foi pacífico e que ele não estava presente. Andrés está em campanha e deve participar, na tarde deste sábado, de um evento fechado em Santo André, acompanhado de seus correligionários.


Mesmo sem seu alvo presente, no entanto, o protesto aconteceu. “Andrés, aqui não tem burguês”, dizia o pequeno cartaz exibido pelos manifestantes. “O Corinthians não é seu”, escreveu o perfil “markinhocs” no Instagram, postando a foto de um cartaz de protesto sobre o vidro de um carro adesivado da campanha de Andrés.


“Quem é contra ingresso caro no Corinthians, tá rolando um protesto no Parque São Jorge. Só colar. Pedimos apenas que colem com a camisa do Corinthians e não com camisa de organizada porque a luta agora é pelo Corinthians”, escreveu Leonor Macedo, no perfil @subversiva, no Twitter.


O protesto começou há semanas no estádio e agora vai às ruas com cada vez mais frequência. Na semana passada, o comitê de Andrés sofreu uma pichação com a acusação de que o dirigente é “burguês” e cartazes foram levados ao Parque São Jorge.


Durante a semana, Andrés reagiu anunciando sua saída do Itaquerão. Dois dias depois, ele voltou atrás e disse que só sai do “dia-a-dia”, mas que continua respondendo pelo estádio. Em entrevista à ESPN Brasil, porém, disse que o preço dos ingressos não deve aumentar, exceção feita ao setor leste inferior, que deve cair de R$ 180 para R$ 150.


O protesto encerra uma semana especialmente conturbada para Andrés. Na última quinta-feira, tornou-se público que a Justiça acatou uma denúncia do Ministério Público Federal o acusando de sonegação fiscal no período em que comandou o Corinthians.

Jornal Midiamax