Geral

Corinthians tenta abafar eliminação com estreia na Copa do Brasil

O jogo contra o modesto Bahia de Feira ganhou uma importância ainda maior para o Corinthians após o empate sem gols com o Penapolense. Às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, três dias depois de ser eliminado do Campeonato Paulista de forma precoce, o time comandado por Mano Menezes tentará abafar o fracasso com uma […]

Arquivo Publicado em 18/03/2014, às 23h25

None

O jogo contra o modesto Bahia de Feira ganhou uma importância ainda maior para o Corinthians após o empate sem gols com o Penapolense. Às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, três dias depois de ser eliminado do Campeonato Paulista de forma precoce, o time comandado por Mano Menezes tentará abafar o fracasso com uma boa estreia na Copa do Brasil, no Estádio Joia da Princesa.

“Temos que vencer. É assim que você mostra que está no caminho certo, mesmo não se classificando no Campeonato Paulista”, disse o técnico Mano Menezes, que terá bastante tempo para ajustar o Corinthians sem a fase de mata-mata do Estadual. “Não avançamos e teremos prejuízos por causa disso, mas queremos pegar o outro lado da moeda para tornar a situação positiva.”

“O outro lado da moeda” é justamente o maior período para preparar o Corinthians para as competições nacionais. Durante a pífia campanha no Paulista, Mano se queixou exaustivas vezes de ser obrigado a reformular o time campeão mundial de Tite. Lembrou ainda que os jogadores já não rendiam o mesmo no final da passagem de seu antecessor, chiou de erros de arbitragem e até insinuou que o São Paulo colaborou de maneira proposital com a eliminação de sua equipe, perdendo para o Ituano.Um dos remanescentes do elenco vitorioso de Tite, o lateral esquerdo Fábio Santos concorda que Mano só poderá deixar as desculpas de lado quando voltar a vencer. “A cobrança será grande. Cabe a nós ficar focados na Copa do Brasil para superar as críticas. Está sendo complicado, pois mexemos algumas peças, e as mudanças ocorrem gradativamente. Mas esperamos dar uma resposta já nos próximos jogos”, projetou.

Para acabar com os questionamentos, Mano recorrerá a uma alteração que já ensaia há algum tempo. O técnico pretende sacar um dos seus três volantes, Bruno Henrique, para reforçar a armação do setor ofensivo com a entrada de Renato Augusto ao lado de Jadson. A fragilidade física do meia era um empecilho para colocar essa ideia em prática.

Ao menos teoricamente, o Bahia de Feira é um adversário que permite a Mano testar variações táticas e ainda recuperar emocionalmente o Corinthians. O time dirigido por Quintino Barbosa escapou do rebaixamento no Campeonato Baiano por pouco. De oito jogos disputados, perdeu dois, empatou cinco e venceu apenas um.

Jornal Midiamax