Geral

Coreia do Norte dispara três projéteis de curto alcance no Mar do Japão

A Coreia do Norte lançou nesta quinta-feira três projéteis de curto alcance em direção ao Mar do Leste (Mar do Japão), o que representa a primeira ação deste tipo por parte do regime de Kim Jong-un em três meses. O lançamento foi realizado pelas tropas norte-coreanas desde as cercanias da cidade de Wonsan, no litoral […]

Arquivo Publicado em 26/06/2014, às 10h39

None

A Coreia do Norte lançou nesta quinta-feira três projéteis de curto alcance em direção ao Mar do Leste (Mar do Japão), o que representa a primeira ação deste tipo por parte do regime de Kim Jong-un em três meses.


O lançamento foi realizado pelas tropas norte-coreanas desde as cercanias da cidade de Wonsan, no litoral oriental do país, por volta das 17h local (5h, em Brasília) e os três projéteis caíram em águas internacionais, explicou à agência “Yonhap” um porta-voz do Estado-Maior Conjunto sul-coreano.


Em 26 de março, o Exército norte-coreano disparou dois mísseis balísticos de médio alcance também ao Mar do Japão, uma ação que foi condenada pela comunidade internacional.


“Estamos investigando que tipo de projéteis a Coreia do Norte disparou exatamente”, indicou o porta-voz.


Nesse sentido, o porta-voz ressaltou que, apesar da possibilidade de se tratar de mísseis de curta categoria, as Forças Armadas norte-coreanas possuem lança-foguetes múltiplos KN-09 de 300 milímetros com um alcance similar, por isso que será necessária mais informação para determiná-lo.


O lançamento de hoje chega em um momento de relativa calma na península coreana, onde não ocorreram hostilidades nos últimos três meses, embora as relações do regime de Kim Jong-un com a Coreia do Sul e EUA sigam deterioradas.


Em 26 de março, a Coreia do Norte disparou dois mísseis do modelo Rodong -com um alcance de 1,3 mil quilômetros- que voaram 650 quilômetros antes de cair no mar, em uma ação que Seul e Washington consideraram uma violação das resoluções impostas ao país comunista pelo Conselho de Segurança da ONU.


Estes lançamentos foram os últimos de uma etapa de tensão na qual o Exército norte-coreano disparou ao mar dezenas de mísseis de curto alcance em até seis ocasiões diferentes.


As resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas proíbem expressamente a Coreia do Norte de qualquer lançamento que empregue tecnologia balística.
O Norte comunista e o Sul capitalista da península coreana se encontram tecnicamente enfrentados desde a Guerra da Coreia (1950-53), que terminou com um armistício nunca substituído até hoje por um tratado de paz definitivo.

Jornal Midiamax