Geral

Confusão entre exoneração e revogação deixa servidores de carreira confusos na Capital

Após a divulgação de listas de servidores exonerados da Prefeitura de Campo Grande, servidores de carreira ficaram na dúvida se estariam também fora da administração municipal. Conforme explicação da assessoria de comunicação da administração, as exonerações publicadas nessa segunda-feira (17) são diferentes das revogações de decreto, publicadas no mesmo dia. Conforme noticiado ...

Arquivo Publicado em 18/03/2014, às 11h20

None

Após a divulgação de listas de servidores exonerados da Prefeitura de Campo Grande, servidores de carreira ficaram na dúvida se estariam também fora da administração municipal. Conforme explicação da assessoria de comunicação da administração, as exonerações publicadas nessa segunda-feira (17) são diferentes das revogações de decreto, publicadas no mesmo dia.

Conforme noticiado pelo Midiamax, 453 servidores foram exonerados e os outros 21 servidores apenas perderam os cargos para os quais foram designados pelo prefeito cassado Alcides Bernal por decreto.

O prefeito Gilmar Olarte publicou 21 decretos revogando os servidores de determinadas funções. O único caso que integra exoneração e revogação de um decreto é do da mulher de Bernal, Mirian Elzy Gonçalves, que ocupava o cargo de presidente de honra do Fundo de Apoio à Comunidade – FAC. Como ela não recebia pelo serviço, não precisou ser oficialmente exonerada dos quadros de servidores municipais.

É o caso de Ivandro Fonseca, Leila Machado e outros ex-secretários que tiveram os decretos revogados. Eles já haviam sido exonerados da prefeitura de Campo Grande na última sexta-feira (14), pelo Decreto “PE” n. 452, publicado no Diário Oficial do Município.

O servidor Laucidio Nunes do Amaral, por exemplo, não foi exonerado e só deixou o cargo de Coordenador Administrativo e Financeiro do Fundo Municipal para a Infância e Adolescência por revogação de decreto de Olarte.

Além dos servidores das secretarias, Elisete Ines Krugel Solano, chefe da Divisão de Direitos Funcionais, símbolo DCA-5; Rosimeire Leal de Oliva, chefe de Assessoria 2, símbolo DCA-5; Elisabete Cleusoir dos Santos Brum, chefe de Assessoria de Gabinete, símbolo DCA-5 e Ceila Pires Mendes, da diretora do Centro de Formação para a Educação, todas da Secretaria Municipal de Educação, também foram exoneradas.

Jornal Midiamax