Geral

Condutor de caminhonete “recheada” estava com pistola e receberia R$ 5 mil

O goiano Amisterdan Araujo da Silva, de 20 anos, que foi preso em flagrante por tráfico de drogas, também estava com uma pistola. O suspeito receberia R$ 5 mil pelo transporte do entorpecente e da arma de fogo. A prisão aconteceu no KM 453, da BR-163, em Campo Grande, na saída de São Paulo.  O […]

Arquivo Publicado em 28/03/2014, às 12h14

None
1070680486.jpg

O goiano Amisterdan Araujo da Silva, de 20 anos, que foi preso em flagrante por tráfico de drogas, também estava com uma pistola. O suspeito receberia R$ 5 mil pelo transporte do entorpecente e da arma de fogo. A prisão aconteceu no KM 453, da BR-163, em Campo Grande, na saída de São Paulo. 

O rapaz dirigia uma Hyundai/Tucson GLS, com placas de Taboão da Serra (SP), quando foi abordado por uma barreira móvel da PRF na rodovia. Ele não respeitou a ordem de parada e fugiu. 
Houve perseguição, mas como a caminhonete estava “recheada” de droga, os policiais conseguiram cercar o veículo. 
De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), dentro da Tucson foi encontrado 1.302 tabletes de maconha, que totalizou 1.117 quilos, além de uma pistola Taurus, calibre 9 milímetros, carregada com 16 munições. 
Amisterdan informou à polícia que recebeu o veículo já preparado em Amambai e levaria até a cidade de Jatai (GO). Ele contou que no município goiano deveria entregar a droga, juntamente com a arma para um desconhecido que lhe pagaria R$ 5 mil. 
Os policiais encaminharam o suspeito, a caminhonete e os produtos apreendidos para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga – região sul de Campo Grande.
Jornal Midiamax