Geral

Comoção toma conta de sepultamento de professora e fundadora do PT/MS

Está sendo realizado, na manhã desta quarta-feira (19), no Cemitério Parque das Primaveras, o sepultamento da professora e fundadora do PT em Mato Grosso do Sul, Mariluce Bittar. Com 54 anos, ela morreu na tarde de ontem, em Campo Grande, vítima de câncer no cérebro. Duzentas pessoas estiveram presentes no sepultamento, todos muito comovidos. Familiares, […]

Arquivo Publicado em 19/02/2014, às 13h28

None
2810362.jpg

Está sendo realizado, na manhã desta quarta-feira (19), no Cemitério Parque das Primaveras, o sepultamento da professora e fundadora do PT em Mato Grosso do Sul, Mariluce Bittar. Com 54 anos, ela morreu na tarde de ontem, em Campo Grande, vítima de câncer no cérebro.

Duzentas pessoas estiveram presentes no sepultamento, todos muito comovidos. Familiares, amigos, colegas de profissão estavam emocionados e tristes com a perda.

A professora da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Maria de Lourdes, lamentou a morte da colega de trabalho. “A sociedade perde uma grande mulher, expoente na formação de professores em nível nacional. A educação brasileira está orfã”.

Maria de Lourdes frisou ainda que Mariluce lutou contra o preconceito e era uma das grandes representantes contra o racismo na Capital.

O gerente de bancos José Orlando Pedrosa, amigo da fundadora do PT, seguiu a mesma linha. “Ela foi importante para a educação no Brasil. Perdemos muito com a morte de uma grande guerreira”, finalizou.

Jornal Midiamax