Geral

Comandante do Costa Concordia vai voltar ao navio

O comandante Francesco Schettino foi autorizado pelo Tribunal de Grosseto, na Itália, a participar da próxima perícia no navio Costa Concordia, o mesmo na qual era comandante. A investigação está marcada para 27 de fevereiro e na ocasião deverá ser realizada uma perícia no gerador de emergência. O pedido foi apresentado formalmente pelos advogados de […]

Arquivo Publicado em 25/02/2014, às 14h34

None

O comandante Francesco Schettino foi autorizado pelo Tribunal de Grosseto, na Itália, a participar da próxima perícia no navio Costa Concordia, o mesmo na qual era comandante. A investigação está marcada para 27 de fevereiro e na ocasião deverá ser realizada uma perícia no gerador de emergência. O pedido foi apresentado formalmente pelos advogados de Schettino à chancelaria do processo, que sublinharam que é um direito do acusado poder ter acesso ao local do crime.

Ele estará a bordo durante a perícia do dia 27 de fevereiro. Depois de terem recuperado um disco rígido e computadores do painel de comando em janeiro, na próxima quinta-feira os peritos deverão verificar os geradores de emergência, que, após o acidente na Ilha de Giglio, não funcionaram. Em novo inquérito sobre o acidente, a Procuradoria de Grosseto dois dirigentes do Costa Concordia, o engenheiro Franco Porcellacchia e o consultor Camillo Casella estão em custódia judicial. Eles foram interrogados sobre possível entrada não autorizada na embarcação, que foi apreendido pela polícia.

Jornal Midiamax