Geral

Com mais ‘algumas peças’, inquérito sobre morte de bebê queimado será concluído

A Polícia Civil está em fase de encerramento do inquérito que apura a morte da bebê Ketlyn Gabriela da Cruz Santos, de um ano e oito meses, no dia 9 deste mês, no bairro Jardim Los Angeles em Campo Grande. De acordo com a delegada Regina Márcia Rodrigues, da Delegacia Especializada de Proteção à Criança […]

Arquivo Publicado em 20/03/2014, às 17h34

None
341581108.jpg

A Polícia Civil está em fase de encerramento do inquérito que apura a morte da bebê Ketlyn Gabriela da Cruz Santos, de um ano e oito meses, no dia 9 deste mês, no bairro Jardim Los Angeles em Campo Grande. De acordo com a delegada Regina Márcia Rodrigues, da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), ainda faltam ‘algumas peças’ para que o inquérito esteja concluído.


Incêndio – A casa onde a bebê estava pegou fogo no Jardim Los Angeles e pode ter sido incendiada propositalmente. A menina que estava no berço onde o incêndio começou e morreu pouco antes na Upa Universitário (Unidade de Pronto Atendimento).


A mãe da menina, Denise Alves da Cruz, de 27 anos, foi presa no dia pelo crime de abandono de incapaz abandono de incapaz com resultado morte, pois a criança foi deixada sob os cuidados da avó, que é cadeirante e possui problemas de saúde.


No dia 10, foi realizada uma perícia no local para que sejam apontadas as causas e as circunstâncias do incêndio. Durante a perícia, foram encontrados papelotes de maconha, cocaína, cachimbo, forma de alumínio e um prato, ambos com sinais de entorpecentes.


Uma das hipóteses é que o irmão da bebê, um menino de três anos tenha provocado o incêndio enquanto estava sem a supervisão de um adulto e brincava com um isqueiro.

Jornal Midiamax