Geral

Com influência de Godard, Holy Motors questiona relações humanas e faz público repensar conceitos

Criando uma suspensão da realidade convencional, na qual as relações sociais são apenas encenadas e não vividas, o filme “Holy Motors” (2012), de Leos Carax, questiona as relações humanas e faz o público repensar determinados conceitos. A película que é a próxima atração do cineclube da Aliança Francesa – (AF), será exibido no próximo dia […]

Arquivo Publicado em 14/04/2014, às 17h17

None
1931578202.jpg

Criando uma suspensão da realidade convencional, na qual as relações sociais são apenas encenadas e não vividas, o filme “Holy Motors” (2012), de Leos Carax, questiona as relações humanas e faz o público repensar determinados conceitos.

A película que é a próxima atração do cineclube da Aliança Francesa – (AF), será exibido no próximo dia 16 de abril, às 19h, no Museu da Imagem e do Som (MIS), localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, 3º andar. A entrada é franca. Após a sessão haverá um dabete.

No longa, o diretor deixa evidente a influência de Jean-Luc Godard. O personagem principal, Oscar (Denis Lavant) transita solitário em vidas paralelas, atuando como chefe, assassino, mendigo, monstro, pai e etc.

Mergulhando profundamente em cada um dos papéis ele é transportado por Paris e arredores em uma luxuosa limusine, comandada pela loira Céline (Edith Scob). Oscar é um homem em busca da beleza do movimento, da força motriz, das mulheres e dos fantasmas de sua vida.

Debate – A Mediação do debate será realizado pelo jornalista Thiago Andrade, do jornal Correio do Estado, também professor da Aliança Francesa e mestrando em comunicação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

CinecLube – Já o cineclube da Aliança Francesa (AF) existe desde o início das atividades da escola há 52 anos. O cineclube é aberto a comunidade da capital. Pelo fato de as projeções serem executadas com o áudio (única e exclusivamente) em francês, o cineclube atrai amantes do cinema francês.

Nos últimos anos o cineclube (AF) tem feito cerca de duas projeções ao ano. Com interesse crescente de seus alunos, aumentou-se esta frequência, bem como o seu acervo. Neste ano já foi realizada a primeira projeção, no mês de janeiro, com (“Madame Bovary”) e há previsão de se realizar, no mínimo, mais três projeções.

A curadoria do cineclube (AF) é realizada junto a seus parceiros (alunos, ex-alunos) amantes e especialistas do cinema francês: Essi Rafael Leal e Thiago Andrade. Há preferência para filmes clássicos ou muitas vezes fora do circuito usual (curtas e longas), que lhes são gentilmente cedidos pela Cinemateca da Embaixada da França no Rio de Janeiro.

Serviço – Exibição e debate do filme “Holy Motors” (16/04) às 19h no Museu da Imagem e do Som – Memorial da Cultura, Av. Fernando Correa da Costa, 559, 3º andar. Mais informações: www.misms.com.br, e-mail: [email protected], ou ainda pelo telefone (67)3316-9178.



Jornal Midiamax