Geral

Clube inglês multa seu técnico em R$ 390 mil por agredir jogador rival

O técnico Alan Pardew, do Newcastle, recebeu uma multa de 100 mil libras (cerca de R$ 390 mil) e foi reprimido por seu próprio clube após ter acertado uma cabeçada no jogador David Meyler, do Hull City, na partida entre as duas equipes neste sábado (1º) pelo Campeonato Inglês. Apesar da confusão, o Newcastle goleou […]

Arquivo Publicado em 02/03/2014, às 15h19

None

O técnico Alan Pardew, do Newcastle, recebeu uma multa de 100 mil libras (cerca de R$ 390 mil) e foi reprimido por seu próprio clube após ter acertado uma cabeçada no jogador David Meyler, do Hull City, na partida entre as duas equipes neste sábado (1º) pelo Campeonato Inglês. Apesar da confusão, o Newcastle goleou por 4 a 1, fora de casa.

“O Newcastle está decepcionado com as ações de seu treinador, Alan Pardew. Seu comportamento foi inaceitável e não condiz com o que se espera de um técnico do Newcastle United. Infelizmente, as manchetes não estarão concentradas no resultado do jogo ou no esforço dos jogadores, mas sim na ação de nosso treinador”, lamentou o clube, em nota oficial divulgada ontem.

Segundo o Newcastle, Pardew se desculpou com todos do clube e também do Hull City. “Ficou claro que Alan se arrepende muito de suas ações e ele aceitou um aviso formal do clube, além de uma multa de 100 mil libras”, conclui o comunicado.

A agressão ocorreu aos 27min do segundo tempo, antes de um lateral favorável ao Hull City. Pardew, que estava à beira do gramado, se desentendeu com Meyler e o empurrou com a cabeça. O técnico foi expulso pelo árbitro Kevin Friend, enquanto o jogador recebeu cartão amarelo. Naquele momento, o Newcastle vencia por 3 a 1.

Depois, em entrevista ao canal Sky Sports, o treinador se mostrou arrependido. “Terei que me sentar [no banco] daqui para frente, porque já são dois ou três incidentes que eu me envolvi”, disse Pardew, que já havia sido multado pela federação inglesa e suspenso por dois jogos na temporada passada após empurrar um árbitro.

“Não tive a intenção de fazer nada agressivo, mas projetei minha cabeça para frente e isso é suficiente. É uma pena, porque tirou o brilho da nossa performance, que foi fantástica”, lamentou o técnico, que deve sofrer outra punição da federação.

Ídolo cobra saída do técnico

“O que Alan Pardew poderá dizer a seus jogadores quando eles fizerem algo errado? Nunca vi nada parecido com isso. Francamente, não surpreenderia a mim, e acho que a ninguém, se Alan Pardew se demitisse”, comentou o ex-atacante Alan Shearer, ídolo do clube nos anos 1990, citado pelo jornal Daily Mail.

“Mesmo que ele não queira sair, o clube deveria dizer a ele: ‘estamos fazendo um favor a você – se demita para não termos que dispensá-lo'”, analisou Shearer.

Jornal Midiamax