Geral

Clima quente no Flu. Rachão de Carnaval quase tem briga entre jogadores

O clima esquentou entre Wellington Silva e Diguinho durante o tradicional rachão no Fluminense nesta terça-feira. Quando a atividade já se encaminhava para o fim, o volante deu dura entrada no lateral direito, que ficou nervoso e tentou agredir o companheiro com um chute fora do lance, o que não ocorreu. Após o destempero, a […]

Arquivo Publicado em 04/03/2014, às 21h59

None

O clima esquentou entre Wellington Silva e Diguinho durante o tradicional rachão no Fluminense nesta terça-feira. Quando a atividade já se encaminhava para o fim, o volante deu dura entrada no lateral direito, que ficou nervoso e tentou agredir o companheiro com um chute fora do lance, o que não ocorreu.

Após o destempero, a turma do ‘deixa disso’, liderada pelo auxiliar técnico Marcão, agiu e separou os brigões, que serão multados. Pelo menos foi o que garantiu o técnico Renato Gaúcho em entrevista coletiva após o ocorrido. Descontraído, ele brincou que quem vai se favorecer com tudo isso são os companheiros.

“Já tudo tranquilo entre o Diguinho e Wellington Silva. Não foi a primeira vez e não vai ser a ultima. Acontece, não só no Fluminense, como em qualquer outro clube. Acho que tudo isso só ocorreu pela vontade ganhar no treino e nos jogos. Faz parte do futebol, que é esporte de contato. Não vejo problema algum. Já está tudo resolvido”, disse o treinador do Fluminense.

“Não deveria ocorrer, claro. Por isso os dois serão punidos com a caixinha. O grupo é muito bom, dificilmente alguém é punido para pagar caixinha, mas eu já julguei necessário dessa vez. Eles vão pagar a caixinha e zerar o que aconteceu no treino. Os outros jogadores é que agradecem [risos]”, explicou o descontraído Renato Gaúcho.

Apesar de o Fluminense não se manifestar oficialmente, Renato descarta afastar a dupla das atividades por algum tempo. Segundo o treinador, os jogadores pagarão apenas a caixinha, já que acha desnecessário qualquer tipo de punição mais severa. Brincalhão, ele diz que vai pegar pesado nos valores. Isso se não ficar com pena.

“Não tem afastamento, é só no bolso [punição]. Eles vão sentir no bolso e eu vou pegar pesado. Até poderia ir além e tirá-los da concentração, mas ia me punir, porque são jogadores importantes. Acho que está de bom tamanho dessa vez. O valor eu estou pensando. Às vezes tenho um pouco de pena, dou uma regredida, mas penso que eles merecem. Tenho certeza que vou ser aplaudido pelo grupo. Estou pensando com carinho e depois do jogo eu anuncio”, afirmou Renato Gaúcho.

O Fluminense enfrenta o Friburguense nesta quarta-feira, às 19h30, no Maracanã. Com 23 pontos, o Tricolor está na segunda colocação do Campeonato Carioca.

Jornal Midiamax