Geral

Cliente misterioso ‘mete bala’ em ladrões que fogem a pé após assalto a posto

Uma testumunha disse à polícia que viu quando o cliente saiu do carro armado na direção dos ladrões. A suspeita é de que ele seria um policial à paisana.

Arquivo Publicado em 08/02/2014, às 11h48

None
810025533.jpg

Uma testumunha disse à polícia que viu quando o cliente saiu do carro armado na direção dos ladrões. A suspeita é de que ele seria um policial à paisana.

Dois homens não identificados assaltaram o posto Grupo JD na Duque de Caxias, Vila Eliane em Campo Grande. Porém, enquanto rendiam o frentista, um cliente, supostamente um policial à paisana, sacou uma arma e atirou contra os bandidos que fugiram a pé.

O frentista do posto, de 44 anos, disse aos policiais do BPChoque que atenderam à ocorrência, que por volta das 3 horas estava atendendo um homem quando os dois bandidos chegaram em uma moto Titan verde placa VXE-1418.

Eles teriam rendido os dois e exigido seus pertences. Após isto o frentista foi levado para o escritório do posto, onde entregou R$ 700. Os bandidos exigiam que o frentista abrisse o cofre, mas ele não tinha a chave. Enquanto isso, segundo uma outra testemunha, viu um cliente que estava em outro carro descer armado e atirar contra os bandidos, que abandonaram a moto e fugiram a pé.

O cliente não foi identificado, mas a polícia diz acreditar que seja um policial que estava à paisana. Um dos bandidos durante a troca de tiros foi atingido por dois disparos, na perna e no pé e acabou sendo encontrado às 5 horas pelo BPChoque em uma construção abandonada próximo do posto.

O bandido teria reagido com uma pistola calibre 380 e na troca de tiros com a polícia foi baleado por mais três vezes no abdome e acabou sendo levado para a Santa Casa em estado grave. A polícia não divulgou o nome dele, mas disse que ele tem 33 anos, é do Paraná e tem várias passagens por roubo aqui e em outros Estados também.

No mesmo dia da tentativa de assalto ao posto os bandidos tentaram roubar uma picape Corsa, conforme uma vítima denunciou aos policiais e reconheceu a mesma moto Titan verde usada para o assalto no posto.

Jornal Midiamax