Geral

Chinês processa governo por poluição do ar

Um chinês morador de uma cidade do norte do país atingida pela má qualidade do ar tornou-se a primeira pessoa da China a processar o governo por não reduzir a poluição, informou um jornal estatal nesta terça-feira. Li Guixin, morador de Shijiazhuang, capital da província de Hebei, iniciou a ação em um tribunal distrital pedindo […]

Arquivo Publicado em 25/02/2014, às 10h39

None

Um chinês morador de uma cidade do norte do país atingida pela má qualidade do ar tornou-se a primeira pessoa da China a processar o governo por não reduzir a poluição, informou um jornal estatal nesta terça-feira.

Li Guixin, morador de Shijiazhuang, capital da província de Hebei, iniciou a ação em um tribunal distrital pedindo à Agência Municipal de Proteção Ambiental de Shijiazhuang que “cumpra o seu dever de controlar a poluição do ar de acordo com a lei”, disse o Yanzhao Metropolis Daily.

Ele também está buscando compensação da agência para os residentes devido à poluição sufocante que tomou conta de Shijiazhuang, e grande parte do norte da China, neste inverno.

“A razão pela qual eu estou propondo compensação administrativa é permitir que cada cidadão veja que em meio a essa névoa nós somos as verdadeiras vítimas”, disse Li, segundo o jornal.

Não está claro se o tribunal vai acatar a ação de Li.

Seu advogado, Wu Yufen, não quis comentar o assunto. “Esta informação é muito sensível”, disse ele à Reuters . O tribunal e a agência de proteção ambiental de Shijiazhuang não puderam ser contactados para comentar o assunto.

Li diz que gastou dinheiro para comprar máscaras faciais, um purificador de ar e uma esteira para fazer exercícios dentro de casa em dezembro passado, quando a poluição foi particularmente grave.

“Além da ameaça à nossa saúde, nós também já sofremos perdas econômicas, e essas perdas devem ser arcadas pelo governo e pelos órgãos ambientais, porque o governo é o destinatário de impostos corporativos, é um beneficiário”, disse ele.

Jornal Midiamax