Geral

Chelsea anula ex-pupilos de Mourinho, mas é mais um inglês a tropeçar

O Chelsea tinha tudo para salvar a honra dos times ingleses nos jogos de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, mas uma falha defensiva custou a vitória sobre o Galatasaray, na Turquia, nesta quarta-feira. Ainda assim, o empate por 1 a 1 pode ser considerado bom resultado para os comandados de José […]

Arquivo Publicado em 26/02/2014, às 21h05

None

O Chelsea tinha tudo para salvar a honra dos times ingleses nos jogos de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, mas uma falha defensiva custou a vitória sobre o Galatasaray, na Turquia, nesta quarta-feira. Ainda assim, o empate por 1 a 1 pode ser considerado bom resultado para os comandados de José Mourinho na briga por uma vaga nas quartas de final.

A partida em Istambul marcava o reencontro de Mourinho com dois ex-pupilos. O português conseguiu anular o meia holandês Wesley Sneijder e o atacante Didier Drogba, comandados por ele na Inter de Milão e Chelsea, respectivamente. A dupla apareceu pouco durante os 90 minutos e quase não levou perigo ao gol de Petr Cech.

Ainda assim, as imagens da televisão mostraram Mourinho aplaudindo Drogba quando este foi substituído na etapa final.

As equipes da terra da Rainha, no entanto, não têm muito o que comemorar. Nenhuma delas venceu na primeira perna das oitavas de final. Arsenal, Manchester City e Manchester United perderam e o Chelsea ficou no empate.

A fanática torcida do Galatasaray lotou a Turk Telekon Arena e fez muita pressão sobre o Chelsea. Nada que abalasse a equipe inglesa, que dominou o primeiro tempo.

O meia brasileiro Willian foi muito bem e quase abriu o placar aos 5min, mas Muslera, que errou na saída de bola, desviou o de cabeça. O gol saiu pouco depois. O criticado Fernando Torres recebeu na área e bateu sem goleiro para as redes aos 9min.

O volante Ramires também foi titular no Chelsea, enquanto Oscar saiu do banco nos acréscimos da partida e David Luiz foi poupado por Mourinho.

A equipe visitante dominou o jogo, mas não criava chances claras. Enquanto isso, conseguia anular as investidas do Galatasaray.

O time turco só reagiu na etapa final. Primeiro Inan acertou a trave após cabeçada de Drogba e, aos 19min, Chedjou apareceu livre na pequena área do Chelsea após escanteio e igualou o placar.

O gol deu ânimo aos donos da casa e a equipe passou a pressionar o adversário no seu campo de defesa. O brasileiro Alex Teles obrigou Cech a fazer grande defesa. Mas a virada não veio e Mourinho parece ter deixado o campo satisfeito.

Jornal Midiamax