#CGR115: Entorno da Santa Casa reúne centenas de estabelecimentos ligados à área clínica

Quando o campo-grandense pensa em hospital, sua maior referência é a Santa Casa. Esse paradigma é tão difundido que foi atraindo, com o passar do tempo, para o entorno dessa casa de saúde consultórios médicos, laboratórios, farmácias, lojas de produtos hospitalares e, até mesmo, escritórios especializados no seguro DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por […]
| 14/08/2014
- 23:35
#CGR115: Entorno da Santa Casa reúne centenas de estabelecimentos ligados à área clínica

Quando o campo-grandense pensa em hospital, sua maior referência é a Santa Casa. Esse paradigma é tão difundido que foi atraindo, com o passar do tempo, para o entorno dessa casa de saúde consultórios médicos, laboratórios, farmácias, lojas de produtos hospitalares e, até mesmo, escritórios especializados no seguro DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre).

De acordo com o médico dermatologista, Alexandre Moretti, que possui consultório há dois anos na região, a formação desse polo de mercado teve início devido à logística. “A grande maioria dos médicos que trabalham na Santa Casa acaba abrindo sua clínica aqui perto. Isso facilita o deslocamento deles”, acentua o médico.

Moretti destaca que o maior beneficiário disto são os pacientes. “Eles vão a um consultório e o médico já manda direto a um laboratório, a uma farmácia ou para outro médico de outra especialidade, conforme o caso”, explica.

Nesse mesmo sentido, a empresária Maria Silva, dona de uma farmácia de manipulação em frente do hospital, destaca que os diferentes ramos encontrados na região estão interligados. “A Santa Casa trouxe os consultórios, e estes trouxeram os demais”.

Maria afirma que a maioria de seus clientes é de pacientes vindos de cidades do interior. “As pessoas que vêm se tratar aqui ao lado, na maioria das vezes não conhecem a cidade ou não têm condução para se locomover, por isso acham tudo que precisam por aqui”, frisa a comerciante.

Já a dona de casa Tereza de Barros confirma a praticidade oferecida pelo nicho de mercado dizendo que muitos dos seus médicos são vizinhos do hospital. “Como não tenho carro, para mim é mais fácil ser atendida por aqui. Tem tudo que procuro”, destaca.

DPVAT

Fazendo parte desse universo, um segmento que se multiplicou nos últimos 5 anos foram os escritórios de consultoria jurídica para o recebimento do seguro DPVAT. Há cerca de dez na região.

A jornalista e hoje proprietária de uma consultoria, Mayara Teodoro Silva, diz que as pessoas acidentadas, assim que recebem alta médica, procuram os escritórios em busca do seguro. Ela frisa que para ter esse direito é preciso que internação seja por causa de acidente de trânsito. Entre os documentos exigidos estão: comprovante de endereço, comprovante bancário, boletim de ocorrência e o prontuário médico.

#CGR115: Aniversário de Campo Grande

Em comemoração do aniversário dos 115 anos de Campo Grande, o jornal Midiamax realizou uma série de reportagens sobre as vias e regiões que concentram diferentes nichos de mercado existentes na Capital. Acompanhe na próxima sexta-feira (15) a reportagem sobre as lojas de móveis usados da Avenida Júlio de Castilho.

Últimas notícias