Geral

CCR MSVia começa manutenção na BR-163, mesmo após obras recentes do DNIT-MS

A empresa CCR MSVia começou nesta segunda-feira (28) obras de reparos e manutenção da BR-163 na região do final da avenida Guaicurus, em Campo Grande. Os reparos são feitos apenas quatro meses após obras do Dnit-MS (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes em Mato Grosso do Sul). As obras de reparo e nivelamento do asfalto […]

Arquivo Publicado em 28/04/2014, às 18h19

None
468331107.jpg

A empresa CCR MSVia começou nesta segunda-feira (28) obras de reparos e manutenção da BR-163 na região do final da avenida Guaicurus, em Campo Grande. Os reparos são feitos apenas quatro meses após obras do Dnit-MS (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes em Mato Grosso do Sul).


As obras de reparo e nivelamento do asfalto no km 447 terá operação de “pare e siga” nos dois sentidos, ou seja, parte da pista será interditada, e outra parte será liberada para os motoristas, ao longo da rodovia. Para este trecho, a previsão é que as obras durem três semanas.


No início deste mês, também começou a realização dos primeiros serviços na BR 163/MS, previstos no contrato de concessão, envolvendo capina e roçada de toda a extensão da faixa de domínio da rodovia, limpeza de drenagens e bueiros e tapa-buracos.


O prazo contratual para a realização dos serviços varia de 6 a 12 meses, dependendo da frente de trabalho. Ao todo, serão 5 frentes de pavimento, 8 frentes de roçada e capina e 4 frentes de serviços gerais como reparos e limpeza em drenagem, recuperação de defensas metálicas, remoção de entulhos e limpeza geral.


A concessão foi assinada em março para prestação de serviço público de recuperação, operação, manutenção, conservação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade de trecho da BR-163/MS, em Mato Grosso do Sul, com extensão de 847,2 quilômetros e terá um prazo de 30 (trinta) anos.


Concessão


O trecho concedido terá extensão de 847,2 km, que integra a 3ª etapa das concessões de rodovias federais. O trecho, que abrange as divisas do Mato Grosso e do Paraná, representa um total de 19 municípios pertencentes ao Estado do Mato Grosso do Sul, os quais: Mundo Novo, Eldorado, Itaquiraí, Naviraí, Juti, Caarapó, Dourados, Douradina, Rio Brilhante, Nova Alvorada do Sul, Campo Grande, Jaraguari, Bandeirantes, Camapuã, São Gabriel do Oeste, Rio Verde de Mato Grosso, Coxim, Pedro Gomes e Sonora.


A cobrança de pedágio no estado deve começar após a conclusão da duplicação de 10% do trecho administrado pela empresa, somente a partir de outubro de 2015.



Jornal Midiamax