Geral

Casos de estupros contra menores assustam pais que fazem linha dura

Com pelo menos quatro casos de abuso sexual contra duas crianças de uma mesma família, e dois adolescentes, em Campo Grande e região, pais ficam alerta e afirmam que o jeito é tomar ações preventivas.

Arquivo Publicado em 08/02/2014, às 21h50

None

Com pelo menos quatro casos de abuso sexual contra duas crianças de uma mesma família, e dois adolescentes, em Campo Grande e região, pais ficam alerta e afirmam que o jeito é tomar ações preventivas.

Com pelo menos quatro casos de abuso sexual contra duas crianças de uma mesma família, e dois adolescentes, em Campo Grande e região, pais ficam alerta e afirmam que o jeito é tomar ações preventivas.

Mãe de uma mulher, hoje com 28 anos, e de um adolescente de 15 anos, Cleo Ramos conta que sempre foi muito preocupada com os filhos e antes de eles saírem de casa tinham que passar relatório completo para ela. Os questionamentos iam desde que eram os amigos, onde moravam, se fumavam, bebiam ao horário de saída e chegada em casa.

Cléo revela, que a primeira vez que Augusto Matheus foi à uma festa, quando chegou em casa ele ficou inspecionando o garoto para ver se não tinha cheiro de cigarro, bebida ou qualquer outra coisa que pudesse lhe fazer mal.

A menina teve que esperar mais para sair. Linha dura, apesar de negar, Cléo conta que a garota só saiu de casa quando completou 17 anos. A medida, que pode ser considerada castradora para alguns, ela vê como preventiva. “Educa com amor em casa, na rua ninguém ensina como amor”, pontua.

Nos últimos dias uma menina de 13 anos foi estuprada enquanto estava em uma festa com outras sete pessoas, em uma casa no Jardim Noroeste. Ela foi violentada por quatro homens, três adolescentes e um adulto de 21 anos.

Outro caso recente foi o de uma adolescente de 16 anos que foi estuprada no Motel Classic em Campo Grande, no dia 8 de dezembro. De acordo com relato da adolescente, ela teria ido a uma festa com um amigo, na Praça das Araras. Depois de conhecer alguns rapazes, decidiu pegar carona e o grupo se dirigiu ao Motel Classic. No local, os quatro começaram a jogar ‘verdade ou desafio’. Quem não respondesse teria de tomar uma dose de conhaque. A adolescente ficou bêbada e não conseguia se lembrar exatamente do que aconteceu. A jovem foi encontrada no outro dia na Avenida Três Barras, abandonada pelos três rapazes no local.

Em Sidrolândia – a 70 quilômetros de Campo Grande, duas crianças, sendo uma menina de 6 anos e um garoto de 8, sofreram abuso sexual por um homem de 55 anos. O menino contou ao pai que um senhor havia tocado em suas partes íntimas e de sua irmã. A Polícia Militar foi acionada e o homem foi localizado em um bar e encaminhado com o pai e as crianças até a Delegacia de Polícia.

O menino também contou ao conselheiro tutelar que o homem havia lhe oferecido R$ 50 para que um deles tomasse banho de rio com ele. O garoto informou também que o homem o colocou no colo e o tocou.

Jornal Midiamax