Geral

Carros colidem em cruzamento da Júlio de Castilho; condutores dizem que sinais estavam abertos

Dois carros colidiram em cruzamento da Júlio de Castilho com a rua Pinto D água, no bairro Recanto dos Pássaros, no fim da tarde desta segunda-feira (9). Os condutores garantem que os sinais estavam abertos. Os bombeiros frisaram ser impossível, mas aguardam a perícia no local. O Monza de placas AEC 5855, vinha pela Júlio […]

Arquivo Publicado em 09/06/2014, às 20h47

None
806996467.jpg

Dois carros colidiram em cruzamento da Júlio de Castilho com a rua Pinto D água, no bairro Recanto dos Pássaros, no fim da tarde desta segunda-feira (9). Os condutores garantem que os sinais estavam abertos. Os bombeiros frisaram ser impossível, mas aguardam a perícia no local.

O Monza de placas AEC 5855, vinha pela Júlio de Castilho, no sentido centro/bairro quando colidiu com o C4 Palaca, de placas HPJ 6728, que vinha na rua Pinto D´água para pegar a Júlio de Castilho. Com o impacto, o radiador do Monza estourou e vazou água na rua. Não houve princípio de incêndio.

Celso Assis de Mato Júnior, de 20 anos, dirigia o Monza. Com a pancada, Celso bateu a cabeça e ficou desorientado. Ele foi encaminhado para o UPA Vila Almeida, mas passa bem. Prima de Celso, de onze anos, que também estava no carro não se machucou.

O C4 Palace era conduzido por Kelly Chris de Souza Gonzaga Cabral, 36 anos, que estava com filha de oito anos no carro. Nenhuma das duas ficou ferida.

Anair Rizzo, 42 anos, mora na esquina de onde aconteceu o acidente e criticou a sinalização da Júlio de Castilho. “Ninguém respeita, nem os ônibus que saem do Terminal. Desta vez foi acidente mais leve, mas já aconteceu acidente mais grave aqui”.

Jornal Midiamax