Geral

Carnes fecham janeiro com o menor preço dos últimos cinco meses

O levantamento mensal da FAO apontou que em janeiro de 2014 os preços das carnes no mercado internacional voltaram a sofrer redução próxima de 1% FAO: carnes fecham janeiro com o menor preço dos últimos cinco meses. O levantamento mensal da FAO, órgão das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, apontou que em janeiro […]

Arquivo Publicado em 11/02/2014, às 00h43

None

O levantamento mensal da FAO apontou que em janeiro de 2014 os preços das carnes no mercado internacional voltaram a sofrer redução próxima de 1% FAO: carnes fecham janeiro com o menor preço dos últimos cinco meses.

O levantamento mensal da FAO, órgão das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, apontou que em janeiro de 2014 os preços das carnes no mercado internacional voltaram a sofrer redução próxima de 1%, o que anulou as altas ocorridas nos quatro meses anteriores.

Na prática isso significa que as carnes iniciaram novo exercício com o menor valor desde setembro de 2013, obtendo valorização inferior a meio por cento em relação a janeiro de 2013.

Não é consolador mas, de toda forma, cereais/grãos e mesmo o índice geral de preços dos alimentos tiveram evolução bem aquém. O que faz com que haja convergência de valores para índices similares aos de 2002/2004, período-base dos levantamentos da FAO.

Exemplificando, cereais e grãos, que em julho de 2012 registravam evolução de preços quase 50% superior à das carnes, agora registram incremento de 1,8%, o que significa que apresentam praticamente a mesma relação de preços do início deste século.

O detalhe no tocante ao comportamento dos preços em janeiro de 2014 é que a queda de preços observada entre as carnes ficou restrita aos produtos suíno e ovino. Ou seja: as carnes de frango e bovina registraram alta. Mas não o suficiente para impedir o recuo do preço médio das quatro carnes.

Jornal Midiamax