Geral

Campo-grandense famoso com vídeo em site de humor não liga para piadas sobre estatura

Um ano depois de ficar famoso na internet com o vídeo em que pedia uma menina em namoro, Jair Henrique Souza Porfírio, de 19 anos, foi surpreendido na última semana ao ver o mesmo vídeo bombar novamente no Youtube. O site de humor ‘Não Salvo’ publicou o romântico pedido de namoro e arrancou centenas de comentários, […]

Arquivo Publicado em 13/02/2014, às 12h42

None
843390426.jpg

Um ano depois de ficar famoso na internet com o vídeo em que pedia uma menina em namoro, Jair Henrique Souza Porfírio, de 19 anos, foi surpreendido na última semana ao ver o mesmo vídeo bombar novamente no Youtube. O site de humor ‘Não Salvo’ publicou o romântico pedido de namoro e arrancou centenas de comentários, nem sempre gentis.

O estudante de 19 anos conta que desde que o vídeo foi ao ar em março de 2013, não é novidade ele aparecer em páginas de humor na internet. Mas para os que torciam para que a história de amor de Jair durasse, ele conta que o namoro acabou não dando certo.

“Antes daquele pedido de namoro a gente já estava há muito tempo junto. Aí depois do pedido de namoro, namoramos por mais um mês e tivemos que terminar. A mãe da menina não aceitou o nosso namoro por causa da nossa diferença de idade, acabei respeitando a escolha da mãe dela e hoje estou solteiro”, conta Jair.

Com o título de “Anão Galanteador”, o site de humor Não Salvo reviveu o pedido de namoro e com isso vários comentários maldosos sobre a estatura de Jair. O estudante disse que isso não o afeta mais, porém ressalta que a humilhação de um, é a “curtida” de outro nas redes sociais.

‘Curto Cobain’

Entre os comentários, as brincadeiras remetem à pouca estatura e à coragem do jovem romântico. “Faltou chegar num pônei”, dispara um dos leitores. “Ela deveria ter respondido à altura”, “mas poderia ter virado baixaria”, abusam outros.

Como a menina para quem Jair se declarou usava uma camiseta da banda de rock Nirvana, Breno Maniezo sugeriu: “Ele devia ter colocado uma peruca loira e falado pra mina que ele era o Curto Cobain”, em referência ao vocalista da banda, Kurt Kobain.

“Não me incomodo mais porque não tenho nada a perder nem a ganhar com a internet. Se alguém perde tempo xingando pessoas que ele nem mesmo conhece, isso mostra que a pessoa não tem nada para fazer na vida”, ensina o estudante.

Segundo Jair, o vídeo foi gravado a seu pedido para que ele guardasse de recordação, mas seu amigo acabou postando o mesmo no Youtube sem o seu conhecimento. Apesar do grande número de visualizações, ele não pensa em fazer algo parecido novamente e se fizer não irá pedir para alguém gravar.

Jornal Midiamax