Geral

Brasileiro sofre uma tentativa de fraude a cada 15 segundos, diz pesquisa

Em fevereiro, a cada 15s8 uma tentativa de fraude foi realizada no Brasil, de acordo com a Serasa Experian. No mês, foram registradas 152.907 tentativas fraudulentas – dados pessoais usados por criminosas para firmar negócios sob falsidade ideológica ou para obtenção de crédito. Esse número representou uma alta de 3,2% em relação a fevereiro de […]

Arquivo Publicado em 25/03/2014, às 15h10

None

Em fevereiro, a cada 15s8 uma tentativa de fraude foi realizada no Brasil, de acordo com a Serasa Experian. No mês, foram registradas 152.907 tentativas fraudulentas – dados pessoais usados por criminosas para firmar negócios sob falsidade ideológica ou para obtenção de crédito. Esse número representou uma alta de 3,2% em relação a fevereiro de 2013. Na comparação bimestral dos dois primeiros meses do ano, o indicador registrou aumento de 5,9% em relação ao ano passado.

O setor de telefonia é o que mais registrou tentativas de fraude. Segundo a Serasa Experian, 57.055 tentativas foram registradas em fevereiro, número responsável por 37,3% do total geral. Em seguida, aparecem os setores de serviços – incluindo construtoras, imobiliárias, seguradoras e serviços em geral -, com 48.464 tentativas de golpe (31,7% do total), e o setor bancário, com 31.524 (20,6%).

O varejo teve 12.596 tentativas. O setor foi responsável por 8,2% das investidas contra o consumidor. Demais segmentos responderam por 2,1% dos registros.

De acordo com a Serasa Experian, as principais tentativas de golpe com documentos falsos ou roubados incluem emissão de cartão de crédito, financiamento de produtos eletrônicos, compra de celulares, abertura de conta em banco, compra de automóveis e abertura de empresas de “fachada” para aplicação de golpes.

Jornal Midiamax